• Outubro de 2017
Home / Notícias

Para especialistas, varejo deve considerar perfil da geração Z

A geração Z, como são chamados os adolescentes nascidos entre 1996 e 2001, se autodefine como conectada e preguiçosa. Ainda assim, ela tem grande influência nas compras da família, embora possua dificuldade de entender o real valor dos bens de consumo. O perfil foi divulgado nesta segunda-feira (1º), na última edição do Zoom do Varejo em 2014, evento mensal promovido pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL-Porto Alegre).

As informações, coletadas por meio de pesquisa executada pelo Instituto Vitamina, foram apresentada no Hotel Sheraton, na Capital. Conforme o presidente da CDL POA, Gustavo Schifino, esta edição do Zoom do Varejo foi batizada de Likers – A Nova Geração de Consumidores e buscou traçar o perfil deste jovens, que têm entre 13 e 18 anos. "Tínhamos necessidade de saber quem é aquele que daqui pra frente vai pagar a conta, nosso cliente de amanhã", explica.

Para os varejistas, é importante perceber alguns hábitos desta geração. Mais de 40% dos entrevistados afirmam tirar foto no espelho dos provadores de lojas para mandar para os amigos em busca de opinião na hora da compra. "O varejista precisa estar atento para atrair esse jovem. O ponto de venda tem que ser uma experiência compartilhada, se transformado em um ambiente de vivência. Precisamos estender o online, colocar espaços para ele recarregar o celular, estimular o uso de hashtag. Outra questão: Ainda faz sentido dividir a loja entre menino e menina?", questiona Rafael Wainberg, diretor da CDL POA e lojista, um dos palestrantes.

De acordo com a psicóloga Luciana Morais, autora do estudo, os adolescentes contemporâneos "já nasceram na época de estabilidade econômica, com seus pais lhes ofertando todo conforto dentro de casa. Por isso, não sentem necessidade de sair, de batalhar pelas coisas", resume. Segundo ela, esta geração passa mais tempo em seu quarto, comunicando-se com o mundo por meio da internet (71% deles acessam a web pelo celular e 65% falam mais com os amigos pelas redes sociais do que pessoalmente).

Também estiveram presentes no evento a diretora de Redação da Editora Abril/Revista Capricho, Tatiana Schibuola, o professor do Grupo Unificado Régis Gonzaga e a escritora de livros juvenis Patricia Barboza.