• Outubro de 2017
Home / Notícias

Comércio cresce, mas varejo tem pior trimestre da década no PIB

O comércio brasileiro, que registrou quedas nos dois trimestres anteriores, teve crescimento de 0,4% na atividade em comparação com o segundo trimestre, sendo os dados das contas nacionais divulgados hoje (28/11) pelo IBGE. Na comparação com o terceiro trimestre de 2013, a variação foi de -1,8%, registrando a segunda queda trimestral consecutiva, fato inédito desde 2009 nessa base comparativa. Já o comércio varejista teve queda de 0,4% no trimestre.

“Esse foi o pior resultado do varejo desde o terceiro trimestre de 2003, e hoje o comércio representa 12,6% do PIB a preços básicos”, destaca o economista da CNC Fabio Bentes.

De acordo com o IBGE, a economia brasileira cresceu 0,1% no terceiro trimestre de 2014 em comparação com os três meses imediatamente anteriores. Na comparação com igual período de 2013, o PIB recuou 0,2%, destacando-se a forte queda na formação bruta de capital fixo (-8,5%) e no consumo das famílias, que, apesar de ter ficado praticamente estável ( 0,1%), apresentou a menor taxa de crescimento desde o terceiro trimestre de 2003. Para Fabio Bentes, embora o resultado ainda seja fraco, reverteu a sequência de quedas verificadas nos dois trimestres anteriores.

A expectativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) é que o PIB cresça 0,2% este ano e 1,0% em 2015. A previsão foi feita com base nos dados de julho a setembro do Índice de Atividade Econômica do Banco Central do Brasil, que registrou alta de 0,6% em relação ao trimestre anterior e retração de 0,2% ante os mesmos meses de 2013.