• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

2015: Investir em franquia é opção para fugir da crise

Associar-se a uma franquia pode ser um bom ponto de partida para quem quer ter o seu próprio negócio em 2015 e, assim, escapar da crise. Nos últimos anos, a ampliação das redes franqueadas comprova que essa é uma ótima estratégia para quem deseja obter retorno a médio prazo. Números divulgados pela ABF, entidade que representa o setor de franquias, dizem que o faturamento do setor cresceu 11,9% em 2013 e somou R$ 115 bilhões - bem acima do crescimento do PIB no mesmo ano. Ainda segundo a ABF, no último ano 10 mil novas unidades franqueadas foram abertas, gerando 60 mil novos empregos diretos.

Com o grande crescimento do setor no Brasil, há muitas boas oportunidades de investimento. “É uma excelente porta de entrada, principalmente por permitir àqueles com pouca ou nenhuma experiência em negócios iniciar uma carreira empresarial, contando com a vontade de trabalharem em seu próprio negócio e com capital para realizarem o investimento”, diz Rychard Curcovezki, CEO e Diretor de Franchising da Yogoothies, uma das principais redes de franquias de frozen yogurt no Brasil.

De acordo com Curcovezki, os empreendedores candidatos ao sistema de franchising estão em todas as partes, são das mais diversas faixas etárias e de distintos níveis socioeconômicos, uma vez que há diversas opções de valor para o investimento. “Ao se associar a uma franquia, o franqueado adquire uma fonte segura e experiente para buscar e receber informações e instruções, com dados essenciais para conduzir o negócio adequadamente, que englobam desde a sugestão do ponto comercial, contratação de funcionários e até aspectos do dia-a-dia do negócio. Além disso, o franqueado fará parte de uma rede continuamente em expansão, ganhando visibilidade e credibilidade no mercado”, comenta.

O CEO, contudo, faz um alerta: “o interessado deve ter cautela antes de decidir representar uma marca. Deve-se verificar se há sinergia das suas características com as atividades que deverão ser exercidas no cotidiano do negócio, conhecer franquias e franqueados do mesmo segmento e realizar comparações. O empresário tem, ainda, que analisar se o franqueador busca continuamente inovações e diferenciais competitivos frente aos seus concorrentes, o que garante à marca posição de destaque e a preferência de potenciais consumidores”, esclarece Curcovezki.

Posts Recentes