• Outubro de 2017
Home / Notícias

Precificação dinâmica ajuda lojista online a sobreviver

Introduzida no Brasil em meados do ano passado, a ferramenta de precificação dinâmica ainda é uma tecnologia recente no varejo online, mas vem ganhando espaço significativo no mercado. De acordo com dados da Precifica, empresa que oferece serviços de precificação dinâmica, a demanda pelo serviço cresceu 200% entre as lojas virtuais, em seu primeiro ano por aqui.

Mas o que significa exatamente precificação dinâmica? “É o ajuste automático de preços dos produtos de um e-commerce de acordo com regras pré-definidas que levam em consideração as alterações de preço e disponibilidade de produtos no mercado, custo de aquisição e margens mínimas”, explica Luiz Augusto Pereira, diretor comercial da Precifica.

O objetivo da precificação dinâmica é “trazer mais agilidade, competividade e resultados financeiros positivos”, complementa Ricardo Ramos, 32 anos, diretor de métricas na Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). “O varejista deixa de determinar um preço de venda fixo e passa a indicar uma faixa de preços por produto. De posse desta informação, o sistema de precificação dinâmica analisa diversos indicadores em tempo real, determinando o melhor preço de venda diretamente na loja virtual.”

Fazendo uma analogia, Ramos explica que o conceito de precificação dinâmica é tão simples quanto um GPS: “Você quer saber qual a melhor rota (qual o melhor preço) para chegar a um determinado destino (quantidade de vendas, receita, lucro, rentabilidade, giro de estoque, etc.), levando em conta restrições das vias e trânsito (margem mínima, preços na concorrência, estoque e etc.)”.

Precificação inteligente

Considerando que o preço dos produtos tem grande influência no processo de compra dos consumidores, “é fundamental que o varejista online gerencie os preços dos seus produtos com máxima agilidade”, diz Pereira. No entanto, é importante entender que a precificação dinâmica não é inteligente se for utilizada apenas para combater preços, sem conhecer o impacto da estratégia nos resultados da empresa, lembra o diretor de métricas da ABComm.

Sendo assim, muitas vezes vale aderir à precificação inteligente, que além de dinâmica, leva em consideração não só os concorrentes, mas também algoritmos e modelos estatísticos com base até mesmo na sazonalidade e datas especiais, por exemplo. Seja como for, uma coisa é certa: “A precificação dinâmica veio para ficar e vai se tornar uma ferramenta fundamental para a sobrevivência do varejista online nos próximos anos”, finaliza Ramos.

Fonte: Portal Terra