• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

Vendas de smartphones batem novo recorde mundial no terceiro trimestre

A consultoria IDC divulgou hoje os resultados das vendas de smartphones no mundo no terceiro trimestre do ano, com novo recorde no número de aparelhos vendidos. Foram distribuídas 327 milhões de unidades entre os meses de julho e setembro deste ano, quantidade maior que as 301 milhões de unidades comercializadas no segundo trimestre do ano e uma alta de 25,2% em comparação com o mesmo período de 2013.

A IDC destaca que os mercados emergentes continuam puxando a alta nas vendas, com taxas acima de 30%, principalmente devido aos smartphones de baixo custo. As informações são do Convergência Digital.

A Samsung continua na liderança desse mercado, sendo responsável pela venda de 78 milhões de unidades, uma queda se comparada com as 85 milhões anteriores. A empresa foi a única entre as cinco maiores a apresentar queda nas vendas, também devido à menor venda de aparelhos de baixo custo. A diminuição refletiu no market share da empresa, que passou de 32,5% para 23,8%.

Em segundo lugar está a Apple, que se mantém na posição com a venda de 39,3 milhões de aparelhos no terceiro trimestre, com crescimento de 16,1% se comparado com o mesmo período do ano passado. Pelo mesmo motivo da Samsung, a Maçã também diminui sua participação em market share, que era de 12,9%, ante os 12% atuais.

Onde Samsung e Apple tiveram problemas, Xiaomi se destacou. Os smartphones de baixo custo foram os responsáveis pelo crescimento da empresa chinesa que aparece no terceiro lugar do ranking pela primeira vez após apresentar um crescimento de vendas de 211% em um ano. A empresa saltou de 5,6 milhões de unidades vendidas para 17,3 milhões, refletindo no market share que foi de 2,1% para 5,3%.

No caso da Xiaomi, a IDC ainda destaca que apesar do grande fortalecimento da marca no mercado chinês e nos vizinhos, a empresa precisa traçar uma nova estratégia para internacionalização dos seus produtos, para que estes entrem no mercado ocidental. O Brasil é um dos focos da chinesa que contratou o brasileiro Hugo Barra, ex-Google, para atuar nesta etapa. A Xiaomi já possui um escritório em São Paulo, mas ainda não anunciou quando pretende iniciar suas atividades comerciais no país.

O quarto lugar fica com a Lenovo, que alcançou 16,9 milhões de unidades comercializadas no período, com um crescimento de 38%, seguida de perto pela LG, com 16,8 milhões em vendas e 39,8% de crescimento. O restante das vendas de smartphones no mundo, equivalente a 48,6% das unidades vendidas, está distribuído entre outros fabricantes, muitos deles concentrados em mercados locais.

Matéria completa: http://corporate.canaltech.com.br/noticia/smartphones/Vendas-de-smartphones-batem-novo-recorde-mundial-no-terceiro-trimestre/#ixzz3HjGee086

Fonte: CanalTech

Posts Recentes