• Julho de 2018
Home / Notícias

Notícias

Amazon cria navegador para que indian...

Amazon cria navegador para que indianos tenham acesso à internet - e façam compras em seu site

Amazon está realmente se esforçando para que as pessoas na Índia tenham acesso à internet - e possam fazer compras na plataforma de e-commerce. Recentemente, a empresa lançou um navegador que se chama "Internet", feito para ser usado em smartphones Android. O aplicativo promete uma experiência segura, veloz e sem ocupar muito espaço de armazenamento nos dispositivos — apenas 2MB.

O lançamento do "Internet" parece ser uma estratégia da Amazon para alcançar mais indianos e uma tentativa de ultrapassar o Flipkart, principalmente em cidades não metropolitanas, onde o e-commerce concorrente é forte.

Amazon e Flipkart estão disputando o controle do mercado varejista indiano há quase cinco anos, investindo bilhões de dólares para inovar e conquistar o domínio do mercado. Nas últimas semanas, Amazon e Walmart, o maior varejista do mundo em vendas, estão lutando por uma participação majoritária na Flipkart.

Graças à disponibilidade de smartphones baratos e serviços de dados móveis, a Índia tem agora a segunda maior base de usuários de internet do mundo. No entanto, a empresa argumenta que um navegador com baixo consumo de dados permitirá que os usuários obtenham mais acesso à internet pelo mesmo custo.

“Nosso navegador móvel oferece maior economia de banda larga, carregamento rápido de páginas e ocupa menos espaço para que os usuários ainda possam armazenar seus vídeos favoritos, músicas e outros aplicativos”, disse um porta-voz da Amazon Índia ao Quartz. 

Com design simples, o navegador exibe notícias e entretenimento na home, além de mostrar as páginas mais visitadas, um campo de digitação, dois modos de navegação - normal e privado, para quem não quer ter o histórico salvo.

Especialistas do setor, no entanto, estão surpresos com a escolha da Amazon de lançar um navegador móvel em um mercado que já possui vários como o UC Browser, um dos mais populares da Índia. Um movimento mais certeiro do e-commerce teria sido lançar uma versão do seu aplicativo que consumisse menos dados e espaço de armazenamento, semelhante ao que o Facebook fez com o Facebook Lite e o Messenger Lite.

Posts Recentes