• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

Polo atacadista de moda expandirá em Goiás

São Paulo - Com a meta de tornar a região Centro-Oeste num polo atacadista de vestuário, empresários locais investiram na criação do Mega Moda Shopping e anunciam um projeto de expansão. Até 2016, cerca de R$ 250 milhões serão gastos no empreendimento.

Com recursos próprios, a holding Grupo Novo Mundo informou que o Mega Moda foi criado há cerca de três anos e envolve 970 espaços comerciais em operação. Contudo, a ideia é chegar, em abril de 2016, a 1.300 lojas.

Os polos de moda têm crescido no País e são grandes responsáveis por reunir uma cadeia de produção do setor têxtil, na maior parte formada por pequenas e médias empresas. No caso de Goiânia (GO), o Mega Moda aposta na demanda maior, tanto que também investe no hotel Mega Moda Soft In, no mesmo perímetro do mall.

"Serão 270 apartamentos, entre duplos e triplos, com preços competitivos e estrutura moderna", ressaltou o presidente do Mega Moda, Carlos Luciano Martins Ribeiro. Segundo ele, a holding avaliou o potencial de Goiás, que conta com uma indústria de confecção forte.

Expansão

A confluência de fatores como o aumento dos pequenos comércios e a localização chamaram atenção da companhia, que viu o ramo da moda bem atraente. Com início em dezembro deste ano, a primeira etapa da expansão do Mega Moda prevê a abertura de 228 novas lojas mais as áreas de alimentação, totalizando 232 novos espaços até abril de 2015. Já a inauguração do hotel está prevista para março de 2015: "época em que o mercado atacadista voltará a reaquecer após as compras de final de ano", diz o presidente do empreendimento.

A finalização do projeto deve acontecer em abril de 2016, quando o Mega Moda aumentará as lojas e as vagas de estacionamento, que passarão de 400 para 600. Segundo Ribeiro, o negócio na capital de Goiás desde que foi criado contava com um estacionamento similar ao do polo atacadista de São Paulo - com área exclusiva para estacionamento de ônibus. No caso do Mega Moda, a capacidade permite receber até 40 veículos desse tipo.

A respeito de analisar novos nichos, o shopping atacadista percebeu a demanda também entre as roupas infantis. Assim, no final do ano passado o local passou a contar com um novo braço de negócios. "O Mega Moda tem se destacado e há três anos temos ampliado anualmente. Em 2013 abrimos outro canal anexo, voltado para a moda infantil".

Compradores

Com um número grande de compradores do Estado de Minas Gerais, seguido pelo interior de São Paulo e por outras cidades da região Centro-Oeste, a cidade de Goiânia tem comemorado o crescimento no enfoque atacadista. No entanto, a proposta do Mega Moda é a de justamente aumentar o leque de clientes, buscando compradores do Norte e também do Nordeste. "Com um hotel interligado ao complexo, nos tornaremos ainda mais atraentes para quem quer unir qualidade, boas compras e conforto em suas viagens", reforça o executivo do shopping.

Posts Recentes