• Setembro de 2017
Home / Notícias

São José do Rio Preto tem 3º Maior Aumento Nas Vendas do Estado No Comércio Eletrônico

A região de São José do Rio Preto, que engloba Catanduva e outros 95 municípios, tem o terceiro maior aumento nas vendas do Estado quando o assunto é comercio eletrônico. A informação é da pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio) em parceria com a Ebit.

O faturamento na região foi 8,7% maior no primeiro trimestre deste ano, em comparativo com o mesmo período do ano passado. A maior venda foi vista na região de Presidente Prudente (25,1%), seguida da de Araraquara (9,2%). Outras quatro regiões também tiveram aumento nas vendas. Em contrapartida, outras tiveram desempenho negativo é o caso da de Marília (-13,9%), seguida de Taubaté (-12,7) e da de Araçatuba (-9,8%).

O tíquete médio real, que é o faturamento por pedido, teve queda de 1,3%. O valor passou de R$ 394,93 no primeiro trimestre de 2016 para R$ 389,68 no primeiro trimestre de 2017.

Em todo Estado de São Paulo, o comércio eletrônico teve um faturamento real de R$ 3,8 bilhões nos primeiros três meses de 2017. Um aumento de 0,6% no comparativo com o mesmo período de 2016. Em 12 meses, o setor acumulou um acréscimo de 0,6%.

Quando se analisa mês a mês, é possível notas que as vendas tiveram queda de 6,8% em janeiro, um aumento de 0,9% em fevereiro e novamente aumento, só que de 8,4%, em março. O faturamento do comércio em março deste ano superou em R$ 150 milhões, a média do primeiro bimestre deste ano.

A Federação aponta que tanto o varejo físico quanto o eletrônico, seguem com retomada das vendas, mesmo que de maneira discreta.

Na Capital

O comércio eletrônico na cidade de São Paulo fechou o primeiro trimestre deste ano com faturamento real de R$ 1,5 bilhão, um aumento de 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

O número de pedidos na capital teve um acréscimo de 3,5%, atingindo quase 4 milhões. Os gastos médios ficaram na casa dos R$ 365,05, ante os R$ 355,24 no primeiro trimestre de 2016.

“No acumulado dos últimos 12 meses, o faturamento real do e-commerce na região cresceu 11,4%, o melhor desempenho entre as 16 regiões analisadas. No primeiro trimestre do ano, a capital foi a região em que o e-commerce teve a maior participação nas vendas totais do varejo (3,2%), empatada com a região do ABCD”, informa a Fecomercio.

Cíntia Souza
Da Reportagem Local