• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

Mesmo com melhora da indústria, comércio continua fechando vagas no Sul de MG

O 1º trimestre de 2017 apresentou uma ligeira melhora nas contratações no setor industrial do Sul de Minas, mas o bom desempenho não tem se refletido no comércio. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), considerando as 10 maiores cidades da região, o saldo na indústria foi positivo com 863 novos postos criados, enquanto o comércio teve um saldo negativo, fechando 1.375 vagas.

Em Poços de Caldas (MG), cidade que mais fechou postos de trabalho entre as 10 maiores no 1º trimestre (foram 629 a menos), o setor de comércio foi também o que mais demitiu, com - 412 vagas. Varginha (MG) vem em segundo lugar, com saldo de - 272 postos nas lojas, seguida por Pouso Alegre (MG), que fechou 225 vagas nos três primeiros meses do ano.

Perspectiva de melhora

Segundo o presidente da associação comercial de Varginha, Anderson de Souza Martins, o setor tem dado sinais de melhora no desempenho, mas o período de recessão econômica enfrentado pelo país ainda pesa nos resultados das empresas.
"Eu diria que 70% do desempenho do comércio depende da economia do país", aponta Martins. "Agora, nós trabalhamos com um indicador que vem do número de consultas ao crédito de clientes, o que é uma referência de como estão as vendas. E, no 1º trimestre deste ano, houve um aumento de 5,46% no comparativo com o 1º trimestre de 2016. É um crescimento pequeno, mas já é algo positivo."
A expectativa da associação é que o mercado melhore em maio, uma vez que em abril as vendas ficaram abaixo do esperado.

"Nós percebemos que houve uma redução no movimento por causa dos vários feriados e também porque o frio não veio em abril, como costuma ser. O frio está chegando agora", observa Martins. "Nós já preparamos um desfile de moda a céu aberto para o dia 6 de maio, com 25 lojistas, que vai ser uma preparação para o Dia das Mães, em que esperamos um aumento de 5% a 10% nas vendas. Depois, vamos investir em 20 dias de atividades gratuitas em torno do café [produto de referência econômica para a cidade] para chamar mais a atenção dos consumidores para o nosso comércio."

Profissão em baixa

Reforçando a má fase do emprego no comércio do Sul de Minas, os dados do Caged mostram que a função de vendedor nesse segmento lidera a lista de ocupações em que as demissões superam os contratos em oito das 10 maiores cidades.

Em Poços de Caldas, a função perde para a de alimentador de linha de produção (que teve um saldo de - 226 vagas). Em Três Pontas, fica atrás das demissões de trabalhadores da cultura do café (saldo - 32).

Considerando as 10 maiores, a função de vendedor no comércio varejista acumula 709 postos fechados.

Confira o ranking de contratações no Sul de Minas nas 10 cidades com maior população

1º) Alfenas- Saldo: + 397
2º) Três Pontas- Saldo: + 233
3º) São Sebastião do Paraíso- Saldo: + 186
4º) Lavras- Saldo: + 162
5º) Itajubá- Saldo: + 139
6º) Varginha- Saldo: + 19
7º) Pouso Alegre- Saldo: - 49
8º) Poços de Caldas- Saldo: - 62
9º) Três Corações- Saldo: - 63
10º) Passos- Saldo: - 65

Posts Recentes