• Outubro de 2017
Home / Notícias

Pesquisa: a influência da geração Z no e-commerce

Dados da BI Intelligence e da Forrester apontam que consumidores com idade entre 18 a 24 anos gastam mais online do que outros grupos

Varejistas online devem sabem o potencial de seus consumidores e o que é mais interessante para eles. Segundo pesquisa da BI Intelligence e da Forrester, a geração Z, composta por jovens com idade entre 18 a 24 anos, já gasta boa parte de sua renda em compras online e em maior proporção em comparação com outras gerações.

Veja alguns pontos importantes do estudo:

- Apesar de terem renda relativamente baixa, os millenials, consumidores na faixa etária dos 18 a 34 anos, continuam sendo o grupo que mais compra online. Anualmente, essa geração gasta mais dinheiro em comércio eletrônico do que qualquer outro grupo: cerca de US$ 2 mil.

- Apesar de terem renda muito mais baixa, a geração Z (18 a 24 anos) é a que mais gasta online, com share de 9%. À medida que crescerem e gastarem mais dinheiro, isso influenciará muito no crescimento do e-commerce.

- Baby boomers e sêniores não compram só off-line. Eles são bastante adeptos do m-commerce. Um entre quatro compradores mobile nos EUA tem mais de 55 anos.

- A sabedoria popular é de que mulheres direcionam tendências de compras, já que controlam quase 80% dos gastos. Entretanto, quando o assunto é e-commerce, homens compram quase tanto quanto o público feminino.

- Muitos homens querem comprar tudo na internet: 40% dos homens com idade entre 18 a 34 anos dizem que comprariam qualquer produto online. Apenas 33% das mulheres do mesmo grupo etário faz a mesma afirmação.

- Homens estão mais propensos a adquirir produtos por dispositivos móveis. No ano passado, 22% do público masculino realizou alguma compra com smartphone, contra 18% das mulheres.

-Compradores online tendem a viver em cada com rendas maiores. Uma pesquisa da Experian constatou que 55% dos consumidores de e-commerce nos EUA vivem em casas que faturam acima de US$ 75 mil.

Fonte: ProXXIma