• Setembro de 2017
Home / Notícias

Supermercados esperam alta de 2% nas vendas em 2017, aponta Apas

Supermercados da região de Campinas (SP) esperam fechar 2017 com faturamento 2% maior do que ano passado, segundo dados divulgados na manhã desta terça-feira (7) pela Associação Paulista de Supermercados (Apas).

Em 2016, a rede regional faturou R$ 14,8 bilhões, o que representa 14,50% do montante do estado de São Paulo. Só o município de Campinas registrou renda de R$ 3,8 bilhões, ou seja, 25% da região.Apesar do crescimento nas vendas, a rede supermercadista não espera crescimento no setor de empregos.

“Em relação aos empregos, o setor vai ficar estagnado”, explica o presidente da Apas, Pedro Celso Gonçalves.

Na região, são 76 mil empregos, segundo a entidade que representa o setor. No estado, os supermercados empregam 520 mil pessoas.

Inflação de 2016

O Índice de Preços dos Supermercados (IPS), indicador de inflação das lojas e da Fipe, fechou o ano de 2016 com alta de 7,93%.

De acordo com a Apas, são pesquisados todos os meses 225 itens sem seis categorias, o que permite mapear a evolução dos custos ao consumidor. Em 2015, o índice havia sido de 11,33%.

Páscoa

Com a desaceleração da inflação, os supermercados esperam crescimento real de 2% na Páscoa deste ano. A data é a segunda melhor de vendas para o setor após o Natal.
Em geral, os chocolates devem ter reajuste de preços entre 6% e 8%.

“Em 2016, os preços dos ovos subiram acima da inflação. Neste ano, os ovos subiram perto da inflação”, explica o presidente da Apas sobre a expectativa positiva do mercado.

Chocolates em alta

A Apas espera um crescimento nominal de 12% nas vendas de Páscoa, com a renda das famílias comprometidas. Isso deve ocorrer porque com a crise, muitos vão procurar comprar outros tipos de chocolates, como os bombons e as barras, muitas vezes mais baratas do que os ovos.