• Setembro de 2018
Home / Notícias

Notícias

Varejo registra queda de até 4,8% nas vendas de Natal

Dois indicadores divulgados nesta segunda-feira apontam nova queda nas vendas do varejo neste Natal. De acordo com dados da Boa Vista SCPC, as vendas do comércio varejista brasileiro na semana que antecedeu o dia 25 caíram 4,8% na comparação com o mesmo período do ano passado. O cálculo baseia-se nas consultas realizadas no banco de dados da Boa Vista SCPC, com abrangência nacional, no período de 18 a 24 de dezembro, ante os mesmos dias de 2015.

Dados da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping Centers (Alshop), também divulgados nesta manhã, indicam nova retração, de 3%, nas vendas no setor neste Natal, que se soma à queda de 2,8% registrada na mesma data em 2015. O indicador da Alshop é resultado de pesquisa realizada com cerca de 150 shoppings associados, que reúnem cerca de 7,5 mil lojas.

De acordo com a Alshop, a queda na renda e as crescentes restrições ao crédito no país explicam o encolhimento das vendas do setor no Natal. Apesar do ambiente econômico ainda muito ruim, o presidente da Alshop, Nabil Sahyoun, está otimista com relação às perspectivas para 2017:

— A melhora do clima político, o fortalecimento econômico e a retomada do crescimento se mostrarão já a partir do primeiro trimestre, repercutindo nas venda.

Os dados da Boa Vista SPC levam em conta consultas a todos os setores varejistas, inclusive concessionárias de veículos, lojas de móveis e decoração, até material de construção, que não "estão diretamente relacionados à data e têm sofrido fortes quedas nas vendas ao longo de todo o ano, o que pode ter puxado para baixo o resultado geral do comércio neste natal".

Sondagem realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio-SP), entre os dias 15 e 19 de dezembro, a expectativa era de alta de 3% nas vendas. A diferença é que estes comerciantes são ligados a setores como vestuário, calçados e eletroeletrônicos, que são os produtos preferidos na hora de presentear. Por isso, a Fecomércio-SP acredita que o Natal tenha sido positivo para essas atividades.

Fonte: O Globo

Posts Recentes