• Outubro de 2017
Home / Notícias

SP: Vendas de carros e eletrônicos caem e reduzem ganhos do varejo

As vendas do varejo no estado de São Paulo recuaram pelo quarto mês seguido, chegando a R$ 39,4 bilhões em junho. A baixa foi de 7,2% frente ao mesmo mês do ano passado, a maior já registrada em 2014.

Os números são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

O resultado de junho foi influenciado pela queda nas vendas nas concessionárias de veículos (-28,2%) e nas lojas de eletrodomésticos e eletroeletrônicos (-20,2%). Também foi registrado recuo de faturamento nas lojas de materiais de construção (-17,4%), nas lojas de vestuário, tecidos e calçados (-10%), de autopeças e acessórios (-3,8%) e de móveis e decoração (-2,7%).

Por outro lado, houve crescimento no faturamento de farmácias e perfumarias (5,8%). O setor de "outras atividades", onde é majoritária a participação da venda de combustíveis e lubrificantes, teve aumento de 0,4% em junho. O segmento de supermercados foi o que mais contribuiu para atenuar a queda mensal do comércio geral ao manter sua trajetória positiva no ano, novamente com aumento mensal de 2,9%.

"O resultado do semestre confirma as projeções da FecomercioSP divulgadas no final de 2013 de que este ano o setor encontraria dificuldades até mesmo para igualar o volume de receita registrado no ano passado. O crescimento nulo apurado nesses seis meses mostra nítida tendência de enfraquecimento no consumo", afirma a pesquisa.

Fonte: G1