• Outubro de 2017
Home / Notícias

Google passa a exibir avaliações de consumidores de e-commerces brasileiros

O sistema de avaliação do consumidor para produtos e serviços já se tornou padrão na internet. Usuários do Google tem fácil acesso a avaliações e comentários feitos por outros usuários, seja sobre um aplicativo de celular ou mesmo sobre um bar da cidade. Por incrível que pareça, o setor de comércio eletrônico não possuía essa ferramenta até o último mês de novembro, quando finalmente o Google disponibilizou por completo a ferramenta de avaliação do consumidor de e-commerce.

Por trás dessa nova ferramenta, está o desejo do Google de fortalecer o “Google Shopping” como buscador de preços na internet, competindo com sites como Buscapé e Zoom. Para o empreendedor, há a vantagem de ser um serviço oferecido gratuitamente, que irá enviar avaliações sobre o negócio feita pelos consumidores, e exibi-las nos anúncios feitos pelo Google Shopping e AdWords.

O consumidor passa a ter mais uma forma de verificar a qualidade e o índice de satisfação de uma loja antes de fechar a compra. O sistema de avaliações do consumidor do Google será semelhante ao disponível na loja de aplicativos Google Play, em que a média das avaliações é divulgada para o usuário, no valor de 0 a 5 estrelas.

Profissionais do setor veem com bons olhos a chegada das avaliações do Google no mercado brasileiro. “Temos o ReclameAqui, que funciona muito bem, mas captura apenas o lado negativo da relação consumidor-loja. O E-bit, que dá ao consumidor a oportunidade de relatar experiências positivas, tem uma interface ultrapassada e é extremamente focado no aspecto quantitativo versus o qualitativo das compras”, diz Adriana Maia da Office Total Shop , e-commerce de impressoras profissionais . “Com a chegada das avaliações pelo Google, lojas não tão grandes mas com excelência no atendimento ao cliente terão oportunidade de se destacar”, completa Adriana.

Outra proposta do serviço de avaliação do Google é a de tornar a pesquisa mais rápida e simples. Atualmente os sistemas de avaliação pós-venda costumam ter um baixo retorno, com menos de 10% dos clientes respondendo o questionário enviado sobre satisfação de compra.

Empreendedores de e-commerce consideram que as atuais pesquisas são grandes demais, levando cerca de 3 minutos para responder, o que, para a internet, é uma eternidade. Com a proposta do Google em simplificar a avaliação, a tendência é que a taxa de resposta do consumidor final aumente com o tempo, trazendo maior confiança para os clientes que optaram por fazer as suas comprar no mundo online.

Fonte: Exame