• Outubro de 2017
Home / Notícias

Franquias têm um crescimento de 43% no primeiro semestre de 2014

Dois dados divulgados recentemente, e devem gerar a reflexão do empreendedor ou àquele que pretende empreender. De acordo com o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação), no primeiro semestre de 2014 houve uma queda de 13,1% no número de empresas abertas em comparação ao mesmo período do ano passado.

Por outro lado, no primeiro semestre de 2014, segundo dados da Rizzo Franchise, foram abertas no Brasil 6.589 franquias. Em media cinco novas franquias por dia e um aumento de 43% em novas unidades.

Diante desses dois dados, podemos tirar uma conclusão sobre as possibilidades de investimentos. Pode-se dizer que para aquele que pretende iniciar um negócio próprio, empreender com uma empresa na estaca zero, não está sendo vantajoso. E os motivos são diversos: o momento de recessão econômica, juros altos, instabilidade por causa da eleição, entre outros. Tudo isso, acaba tornando arriscado investir num novo negócio, haja vista a obscuridade do futuro.

Por esse motivo, muitos preferem optar por investir no modelo de franquias. A questão da estabilidade desse negócio, que possui estrutura sólida e testada acaba pesando muito no escolha do empreendedor. Ou seja, apesar da busca de independência profissional, é levado muito em conta pelo empresário potencial segurança.

Isso explica a diferença gritante entre os dois dados. Num período em que as incertezas políticas e econômicas batem à porta do empreendedor, se faz necessária prudência no momento de investir seu dinheiro. E franquias acabam sendo novamente mais vantajosas, sem dúvida.