• Junho de 2018
Home / Notícias

Notícias

Rede cria cartão de crédito que permite pagamento por selfie e biometria

SÃO PAULO - A bandeira internacional de cartões Mastercard disponibilizará no Brasil uma tecnologia que permite a autentificação de transações com cartões por meio de biometria ou 'selfie' no lugar de senha. Batizada de Identity Check Mobile, a solução, cujo lançamento foi anunciado no Fórum Anual de Inovação para a América Latina e o Caribe, em Miami, e antecipado ao Broadcast, sistema de informação em tempo real do Grupo Estado, estará disponível no País a partir primeiro trimestre de 2017.

A nova tecnologia poderá ser usada em qualquer cartão Mastercard, de crédito, débito ou pré-pago e é voltada tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. Além do Brasil, a solução também estará disponível do México, ampliando para 16 o total de países com acesso à tecnologia voltada ao e-commerce, incluindo Estados Unidos, Canadá e mercados da Europa. A bandeira de cartões não abre o número de usuários já adeptos à plataforma nem o potencial de abrangência no Brasil.

A expectativa da Mastercard, de acordo com Valério Murta, vice-presidente de Produtos e Soluções Brasil e Cone Sul, é ter um projeto piloto com algum banco no País no início do próximo ano. Isso porque os emissores de cartões têm de ajustar suas plataformas para, então, disponibilizar a tecnologia ao consumidor final.

"Muitos consumidores deixam de efetuar compras na internet porque esquecem suas senhas. A substituição por biometria ou selfie pode estimular uma maior autentificação de transações além de ser mais ágil e mais segura", explica Murta, em entrevista ao Broadcast.

Segundo ele, a tecnologia pode ser ainda um maior impulsionador de vendas para o varejo em um cenário de retração em meio à crise no País. No acumulado do ano até setembro, as vendas do varejo restrito, que não incluem material de construção, acumulam retração de 6,5%, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Além disso, a nova solução pode trazer uma segurança a mais aos consumidores. Pesquisa feita pela Mastercard, divulgada hoje e antecipada ao Broadcast, mostra que embora esse seja o tema de maior atenção dos brasileiros, 61% raramente, ou nunca, mudam suas senhas. Contribui também, conforme Murta, o fato de a maioria (91%) dos entrevistados terem preocupação com roubo ou vazamento de informações financeiras e, por isso, acreditarem que os cinco minutos necessários para configurar novas tecnologias valem o tempo e o esforço.

Até mesmo porque quase metade (44%) dos brasileiros considera que a proteção de suas informações financeiras é algo tão complexo quanto aprender a fazer uma cirurgia no cérebro. "Nove em cada dez brasileiros (90%) estão dispostos a tomar medidas para incorporar as novas tecnologias de pagamentos, como biometria, aplicativos digitais ou meios de pagamento sem contato (contactless) e confiam que as soluções digitais móveis protegem suas informações financeiras", destaca o vice-presidente da Mastercard.

A pesquisa da Mastercard foi feita, pela primeira vez, em seis países e ouviu mil pessoas, com idade acima de 18 anos, em cada um deles, durante os meses de junho e julho deste ano. Além de Brasil, também Chile, Colômbia, Estados Unidos, Canadá e México. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, com probabilidade de erro de 1,5% para cima ou para baixo.

Posts Recentes