• Outubro de 2017
Home / Notícias

Black Friday ajuda Papai Noel e e-commerce deve crescer 14% no Natal

A Black Friday terá impacto importante na soma das vendas do varejo digital no Brasil e, segundo estimativas da Ebit, vai ajudar Papai Noel a vender R$ 1 bilhão a mais em 2016 do que em 2015, entre 15 de novembro de 24 de dezembro. O estudo da Ebit sobre o e-commerce brasileiro estima que o total de vendas no período será de R$ 8,4 bilhões, representando um crescimento nominal de 14% sobre o ano passado.

A expectativa é que na Black Friday brasileira muitos consumidores aproveitarão os descontos para adiantar as compras de final de ano. “A Black Friday, em um único dia, é responsável por 25% do faturamento do e-commerce para o período do Natal”, explica Pedro Guasti, CEO da Ebit. Em pedidos, o crescimento das vendas será de 4,5%. A estimativa é que sejam feitas 18,4 milhões de encomendas até 24 de dezembro, com um tíquete médio de R$ 458, que é 9% maior do que no ano passado.

A Ebit estima um faturamento de R$ 2,1 bilhões no dia da Black Friday - 25 de novembro - que é 30% maior que o faturamento de 2015. O aumento deve-se ao crescimento do número de consumidores online ativos. “Com a crise, muita gente trocou o varejo físico pelo online em busca de melhores preços. Essa migração de consumidores será a maior responsável pelo crescimento do e-commerce em tempos de economia retraída”, afirma Guasti.

A lista de Natal dos consumidores brasileiros, segundo a Ebit, tem os seguintes produtos na lista dos mais desejados:

1) Celular e smartphone;
2) Livros;
3) TV;
4) Perfume;
5) Calçados: sapatos/têni
6) Máquina de lavar roupas
7)Fogão
8) Jogos
9) Vinho
10) Cafeteira

O consumidor deverá tentar comprar os itens mais caros dessa lista usando os descontos agressivos da Black Friday, segundo a Ebit,. A cafeteira, que aparece pela primeira vez no ranking de Natal, também deverá ter vendas alavancadas pela Black Friday.

Presente no mercado brasileiro desde 2000, a Ebit acompanha a evolução do varejo digital no País coletando dados diretamente com o comprador on-line. São mais de 10 mil pesquisas respondidas por dia, 22 mil lojas avaliadas até o momento e 25 milhões de pesquisas acumuladas desde 2001. Saiba mais em: www.ebit.com.br.

Fonte: IDG Now!