• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

Magazine Luiza reverte prejuízo e registra lucro de R$ 24,8 mi no 3º tri

O Magazine Luiza reverteu o prejuízo de R$ 19,1 milhões registrado no terceiro trimestre de 2015 e registrou lucro líquido de R$ 24,8 milhões em igual intervalo de 2016. No critério ajustado, o resultado também ficou positivo em R$ 25,1 milhões no terceiro trimestre deste ano, ante um prejuízo de R$ 17,1 milhões no ano passado.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização teve um crescimento de 63,4% de julho a setembro de 2016 ante o mesmo período do ano passado, para R$ 180,4 milhões. A margem Ebitda passou de 5,2% para 8,0%. O Ebitda ajustado teve alta de 59,4%, para R$ 180,8 milhões, com margem Ebitda de 5,4% para 8,0%.

De julho a setembro deste ano, a receita líquida somou R$ 2,258 bilhões, uma expansão de 7,3% contra igual intervalo de 2015.

No terceiro trimestre de 2016, o resultado financeiro líquido ajustado ficou negativo em R$ 118,1 milhões, ante R$ 117,5 milhões no terceiro trimestre de 2015. "Este resultado foi impactado positivamente pela redução da dívida líquida, que foi parcialmente compensada pelo crescimento das vendas, principalmente no Cartão Luiza", informou a empresa, no informe de resultados.

Vendas

O Magazine Luiza reportou crescimento de 5,5% nas vendas mesmas lojas em pontos de venda físicos no terceiro trimestre de 2016 na comparação com igual período do ano passado. O resultado, que considera as unidades abertas há mais de um ano, marca o primeiro trimestre de indicador positivo depois de quedas nas vendas nesse critério no primeiro semestre nas lojas físicas.

Com o resultado, as vendas mesmas lojas nos pontos de venda físicos registram recuo de 1,9% no acumulado dos nove meses de 2016 ante o mesmo período de 2015.

O desempenho de vendas do Magazine Luiza foi mais acelerado no e-commerce. As vendas online cresceram 24,3% entre julho e setembro na comparação anual. Somando o desempenho da internet e das lojas físicas, as vendas mesmas lojas apresentam alta de 9,6% na mesma comparação.

A empresa considera que tem obtido ganhos de participação de mercado. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) citados pela companhia, as vendas nominais de móveis e eletrodomésticos encolheram 5,1% em julho e 8,1% em agosto.

A companhia também registrou aumento de margem bruta. O lucro bruto do Magazine Luiza cresceu 12,4% no terceiro trimestre ante o mesmo período do ano passado, chegando a R$ 715,9 milhões. A margem bruta ficou em 31,7%, um crescimento de 1,5 ponto porcentual na comparação anual.

A rede varejista informou em sua divulgação de resultados que a melhora de margem bruta foi consequência de maior "racionalidade de preços" e citou um ambiente mais favorável do ponto de vista de competição por preços tanto no comércio eletrônico como nas lojas físicas. Além disso, o Magazine Luiza destacou a cobrança de frete e montagem e maior participações de categorias mais rentáveis no mix de produtos vendidos.

O Magazine Luiza reportou ainda redução nominal de despesas gerais e administrativas no período. Esse tipo de despesa caiu 0,7% entre julho e setembro na comparação anual, chegando a R$ 118,5 milhões. Junto com a melhora na margem bruta e nas vendas, essa redução de despesa contribuiu para o crescimento da margem Ebitda, que subiu 2,8 pontos porcentuais, para 8% no terceiro trimestre.

Posts Recentes