• Abril de 2018
Home / Notícias

Notícias

Empresas investem em sorteios nas redes sociais para divulgar marca

Empresas de Juiz de Fora têm investindo cada vez mais em sorteios e promoções nas redes sociais como estratégia de marketing digital. O método 'curte, compartilhe e marque amigos' é usado por diversas marcas principalmente em datas estratégicas.

A esteticista Marina Soares participa de muitos sorteios nas redes sociais. “Eu costumo participar quando eu quero muito adquirir aquele produto ou serviço, mas não tenho condição ou não tenho coragem de pagar por ele, fico muito empolgada e torcendo para ganhar”, relatou.

Segundo o especialista em marketing digital, Thiago Valério, as ações geram maior interação com a marca, oferecendo mais relevância para a página da empresa. Mas apenas funciona se for tudo realizado dentro da Lei Federal e das normas das próprias redes sociais.

“Toda estratégia de marketing que consiste em uma distribuição gratuita de prêmios com objetivo de promover uma marca, produto ou serviço, precisa de autorização da Caixa Econômica Federal. Além disso, as próprias redes sociais possuem regras que devem ser respeitadas e a regulamentação foi criada a partir da popularização da estratégia”, comentou o especialista.

Por que investir

A fim de estreitar laços com consumidores e oferecer produtos e serviços de forma diferenciada, à empresa Brownie do Rapha investe em promoções há cinco anos, como ferramenta de comunicação efetiva com os clientes/internautas. Segundo o empresário Raphael Mendes, as ações aliadas a conteúdo relevante e valor agregado otimizam o investimento publicitário, expõe a marca, gera vendas na loja física e no e-commerce, além de premiar os clientes fiéis à marca.

Além do método 'curte, compartilha e marque três amigos', a empresa ainda usa uma ferramenta diferente para atrair os internautas. “Quando queremos lançar um novo prato fazemos vídeos da montagem dele e normalmente fazemos um sorteio vinculado a esse lançamento”, relatou Raphael.

O especialista em marketing enfatiza que as ações promovem uma verdadeira interação social entre os participantes. "As publicações de amigos são mais relevantes que as publicações de marcas de uma página e o método de compartilhar e marcar amigos faz com que o conteúdo apareça para mais e mais pessoas", destacou Thiago.

A empresa Viva Eventos sempre trabalhou com sorteios nas redes, mas intensificou as ações neste último ano. “Estávamos interessados em proporcionar experiências interessantes e diferenciadas aos nossos formandos, de preferência que fossem além do que se espera de uma empresa de formaturas. Com as ações conseguimos mais curtidores e um maior engajamento nas postagens, mesmo nas não relacionadas a promoções”, pontuou o gerente de marketing Jhonny Franco.

De acordo com o especialista o ideal é procurar uma consultoria especializada no assunto antes de aplicar as estratégias, como as empresas acima. “As chances de algo dar errado existem. Se o objetivo é promover uma marca/produto/serviço, o ideal é que isso seja feito com total segurança e, caso dê errado, o efeito alcançado é completamente contrário”.

Orientações

Especialista orienta que as ações promocionais que realizam sorteios sejam autorizadas pela Caixa. Isso deve ser feito com 40 dias de antecedência e o banco permite, desde que sejam observados as seguintes condições:

- As disposições da Lei, já aplicadas aos ambientes eletrônicos (internet), sejam observadas;
- As guide lines das redes sociais sejam respeitadas;
- Seja apresentado laudo de auditoria e memorial descritivo;
- Seja prevista contingência, para o caso de a rede social sair do ar.
Caso a promoção seja realizada sem autorização da Caixa, a Lei prevê as seguintes penalidades:
- Cassação da autorização;
- Proibição de realizar distribuição gratuita de prêmios pelo prazo de até 2 (dois) anos;
- Multa de até 100% (cem por cento) do valor total dos prêmios.

Posts Recentes