• Outubro de 2017
Home / Notícias

Lucro da varejista Best Buy supera estimativas e ações disparam

A Best Buy, maior varejista de eletrônicos dos Estados Unidos, registrou lucro trimestral muito mais alto que o esperado em itens de saúde e vestíveis, como relógios inteligentes, e elevou sua previsão de lucros, fazendo com que suas ações subissem mais de 18%.

Os resultados contrariaram uma sequência de performances fracas na categoria de eletrônicos por competidores como a Target e a Walmart.

Além de relógios inteligentes, a Best Buy disse que aumentaram a demanda por itens como sistemas de hometheater e grandes utensílios domésticos, categorias onde a Target e o Walmart tipicamente não têm uma parcela de mercado significativa, de acordo com analistas. As vendas de celulares e jogos caíram, setores em que as outras varejistas também têm uma presença considerável.

As vendas de celulares caíram, no entanto, em todo o setor devido a uma escassez de novos produtos. O presidente-executivo da Best Buy, Hubert Joly, disse esperar que a demanda aumente neste trimestre e no próximo, com as introduções programadas de novos produtos atraindo consumidores.

As vendas on-line da Best Buy como porcentagem da receita doméstica cresceram para 10,6%, ante 8,6% no segundo trimestre encerrado em 30 de julho, ajudados por embarques mais rápidos e melhoras no processo de check out e funcionalidade de busca, disse Joly.

A Best Buy disse que espera crescimento percentual de um digito na receita operacional do ano fiscal, ante uma projeção anterior de resultados “aproximadamente estáveis”.