• Outubro de 2017
Home / Notícias

Índice de adequação de estoques no varejo sobe 5,9% em julho, aponta FecomercioSP

A percepção dos varejistas da Região Metropolitana de São Paulo sobre seus estoques melhorou em julho, mostra pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), divulgada nesta terça-feira, 19. O índice de adequação dos estoques avançou 5,9% em relação a junho, para 99,3 pontos. Foi a terceira alta seguida do indicador na comparação com o mês anterior.

Em relação a julho do ano passado, no entanto, houve queda de 14,3%. No sétimo mês de 2015, o índice havia ficado em 115,9 pontos. O índice varia de zero (inadequação total) a 200 pontos (adequação total). A marca dos 100 pontos é o limite entre inadequação e adequação.

A parcela dos lojistas que afirmaram estar com estoque acima do adequado caiu de 37,5% em junho para 36,8% em julho, enquanto a proporção dos que declararam estar com estoques baixos saiu de 15,6% para 13,6%. Já a fatia dos que enxergam os estoques como adequados saltou de 46,9% para 49,7%.

Na avaliação da assessoria econômica da FecomercioSP, a terceira queda consecutiva na proporção de empresários com estoques elevados é positiva. "Embora ainda seja cedo para afirmar que o cenário definitivamente melhorou, diversos dados sugerem que o pior momento está ficando para trás e não apenas por conta dos resultados de julho, mas também pela conjunção de dados extraídos das diversas pesquisas elaboradas pela FecomercioSP, as quais mostram que a confiança do consumidor e do empresário segue em alta", diz nota.

Ainda segundo a federação, as perspectivas de investimento e de vendas estão um pouco melhores e a inflação em queda. "Tais indicadores sugerem a possibilidade real da retomada da atividade econômica no País após a pior crise da história", afirma.