• Outubro de 2018
Home / Notícias

Notícias

Estoques de inverno diminuem e animam varejo de moda

O consumidor habituado a aguardar as liquidações de inverno para efetuar suas compras pode não encontrar os artigos que deseja. O frio intenso e que pode perdurar resultou no aumento da procura nas lojas por estes produtos, reduzindo muito os estoques.

Para a ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil), que reúne as principais marcas do varejo de moda e calçados, a despeito da crise que desaqueceu o consumo, há sinais de melhora na economia. "Não há motivo para euforia, mas há um clima de confiança entre os varejistas associados até porque o frio coincidiu com datas importantes para o comércio, como Dia das Mães e Dia dos Namorados", afirma Edmundo Lima, diretor executivo da entidade.

A maioria das empresas registra níveis de estoque baixos para artigos de inverno. "Se fizermos uma avaliação nas vitrines dos shopping centers, já quase não há itens de inverno em liquidação ", aponta Lima.

Novas coleções

De maneira geral, o momento de liquidações deve acabar a partir das próximas semanas, principalmente depois do Dia dos Pais, quando acontece a virada de coleção, momento importante para o varejista mensurar a adesão do consumidor às novidades apresentadas.

"Há uma expectativa positiva para as vendas do varejo de vestuário no segundo semestre. Obviamente, desde que se mantenha uma situação político-econômica favorável à estabilização e redução do nível de desemprego, aumentando o índice de confiança do consumidor", acrescenta o diretor executivo da ABVTEX.

Interessante notar que a crise alterou hábitos de consumo do brasileiro. "A mudança de marcas mais caras por mais acessíveis, comum no segmento de alimentação, também está ocorrendo no segmento de vestuário. Redes voltadas a atender os públicos C e D vêm atraindo pessoas da classe B. Por sua vez, redes intermediárias destinadas às classes média e alta estão capturando consumidores de boutiques de luxo ou que adquiriam produtos no exterior", comenta.

Lima conclui que o segundo semestre é um período importante para o varejo de moda brasileiro, em que se concentram as maiores vendas, não só pela coleção de verão, mas também em função de datas comemorativas, como o Dia dos Pais, Dia das Crianças e o Natal.

Fonte: Maxpress

Posts Recentes