• Outubro de 2017
Home / Notícias

Balanços do varejo e serviços do Amapá são os piores do país em abril

O Amapá apareceu em abril, pelo segundo mês seguido em 2016, com os piores resultados mensais no volume de vendas do comércio varejista e prestação de serviços, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os números são comparados ao mesmo mês de 2015.

Mais uma vez o comércio foi o setor que apresentou o dado mais preocupante. A queda no volume das vendas caiu 15,1%, sendo a maior entre os estados. Rondônia foi o segundo pior, com -14,7%.

O percentual acumulado do ano no Amapá também está no topo dos piores estados. Os quatro primeiros meses pesquisados de 2016 somam -20%. Os últimos 12 meses estão com -18,8%.

Com a diminuição de vendas, caiu a receita delas. Abriu fechou com -6,8% no indicador na comparação com o mesmo mês do ano anterior. O acumulado de 2016 ficou em -12,2% no faturamento.

Números semelhantes foram contabilizados para o setor de serviços, que em abril diminuiu -12,3%. Apenas Amazonas, com -15,3%, ficou à frente. Com o resultado, o Amapá acumula uma perda de -16,3% nos quatro primeiros meses de 2016 e -14,1% nos últimos 12 meses pesquisados.

Assim como ocorreu com o varejo, a queda na prestação de serviços provocou o declínio das receitas do setor. O faturamento diminuiu -11,2% em abril, o terceiro pior resultado no país. No ano o indicador está em -15,2%.

Fonte: G1 AP