• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

Expansão de shopping gera 300 vagas em Barretos

Único setor a registrar retração no primeiro trimestre do ano, com fechamento de 211 postos de trabalho, o comércio de Barretos (SP) deve ganhar um "fôlego" em maio, com a ampliação do shopping da cidade. Ao todo, as novas lojas devem gerar cerca de 300 vagas, segundo estimativa do centro de compras.

O gerente geral do shopping, Ricardo Martins Marques, explica que serão inauguradas uma academia, um centro de eventos e um supermercado. O investimento é calculado em R$ 30 milhões. Até esta terça-feira (26), cerca de 2 mil currículos já haviam sido entregues no local.

"No momento de crise, a gente tem que fortalecer mais. A gente brinca que tem que acordar mais cedo e dormir mais tarde, e criar novas ideias e novas alternativas, para fazer com que as coisas aconteçam", afirma Marques.

Só a rede de supermercados está contratando 200 profissionais, entre operador de caixa, empacotador, repositor, açougueiro, padeiro e confeiteiro. O gerente regional da rede, Laércio Ferreira, afirma que todos os candidatos terão currículos avaliados e passarão por entrevista.

"Nós já temos uma equipe grande. Temos toda a equipe de RH, e a própria operação da loja também participa da seleção. Então, várias pessoas estão envolvidas nesse processo de admissões", diz.

Mais empregos

E não é apenas o shopping que possui vagas de emprego abertas, na contramão do cenário de demissões em toda a região. O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) em Barretos também oferece 17 oportunidades de trabalho em diversas áreas.
Entre os cargos oferecidos estão cozinheira de restaurante, eletricista de manutenção industrial, lavador de vidros, mecânico de caminhões, torneiro mecânico, técnico em refrigeração e vendedor.

"A indústria local tem uma característica de exportação nos frigoríficos que, com o aumento do dólar, por exemplo, aumentou a oferta para o mercado externo e estão mantendo esse espaço do trabalho", explica o diretor do PAT, José Carlos Ramos Júnior.

Ainda no primeiro trimestre, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a indústria registrou saldo de 162 novas vagas, a construção civil abriu outras 104 e o setor de serviços mais 61 oportunidades.

Nenhuma área, porém, superou a administração pública, que teve saldo de 676 contratações entre janeiro e março. O diretor do PAT afirma que a maioria dessas oportunidades foram para professores seletistas atuarem na rede pública municipal.
"É um crescimento sazonal. A tendência é reduzir porque a contração feita não continua. Agora, a expectativa no decorrer do ano é manter estável, diminuindo a oferta de vagas, principalmente por parte de alguns setores da economia", afirma.

Posts Recentes