• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

Redes varejistas apostam em marcas próprias

O crescimento da aceitação do consumidor por marcas próprias trouxe ao mercado nacional uma tendência: a aposta das empresas na criação de produtos próprios. Para a Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização (Abmapro), a aprovação do cliente pode crescer em torno de 20% ao ano.

Os produtos oferecidos por marcas próprias conquistam o usuário pela qualidade e pelo preço, chegando a ser 20% mais barato que os demais. “Quando a Ibyte nasceu, ela já veio com itens produzidos pela empresa como uma estratégia de diferenciação para reforçar a marca, criar mais valor e se aproximar do público-alvo”, explica o gerente de marketing da rede de varejo especializada em tecnologia, Ibyte, Nelson Gurgel.

Essa estratégia de criar marcas próprias vem sendo cada mais sendo utilizada tanto por grandes empresas varejistas quanto por pequenos negócios. “É uma excelente oportunidade de marketing vender produtos com o nome da empresa, feitos com exclusividade, além de ajudar na fidelização do consumidor e contribuir para a competividade do negócio no mercado”, explica a presidente da Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização (Abmapro), Neide Montesano.

Segundo o 19° Estudo Anual de Marcas Próprias Nielsen, de 2014, o crescimento em valor das marcas próprias no Brasil passou de 1,34 bilhão em 2006 para 3,25 bilhões em 2013. “Hoje, com as duas marcas que possuímos, Ibyte e Goldentec, há uma oferta de mais de 180 produtos. Para esse ano, a prioridade é aumentar em 25% o mix de mercadorias”, reiterou Nelson.

“A grande aceitação por parte dos clientes às marcas próprias é o custo-benefício aliado a qualidade dos produtos. Isto é, são mercadorias com vários usos e preços competitivos”, finalizou o gerente de marketing, Nelson Gurgel.

Fonte: 180graus.com

Posts Recentes