• Setembro de 2017
Home / Notícias

SC: Queda nas vendas impacta no estoque de produtos

Pelo menos 40% dos produtos comprados para a Páscoa sobraram nas prateleiras do comércio em Criciúma. Este índice sinaliza a queda nas vendas na data e está acima da média estadual (36,8%), segundo pesquisa de resultado de vendas realizada pela Fecomércio SC em parceria com a Federação da CDLs de Santa Catarina.

A queda de 10,2% no faturamento de lojas e supermercados em todo o Estado é atribuída ao cenário de recessão. “Com o aumento dos custos os empresários já esperavam uma Páscoa menos doce - e adequaram seus estoques e usaram estratégias diferenciadas para atrair as famílias, com promoções, brindes e formas de pagamento mais facilitadas. Em comparação aos meses comuns do ano, a notícia é boa: aumento de quase 10% nas vendas”, avalia o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

“Os catarinenses foram conservadores nos gastos, como esperávamos, mas não deixaram de comprar”, acrescenta Ivan Tauffer, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes e Lojistas de SC. “Os empresários do varejo estão promovendo um esforço histórico para fomentar as vendas e manter os empregos”, observou.

O valor médio por compra na data foi de R$ 83,89 em Criciúma, segundo menor do estado e também abaixo do gasto catarinense (R$ 100,97). O panorama de retração nas vendas e na receita fez com que um percentual pouco expressivo de empresários (7,9%) optasse pela contratação de temporários para o período.

A forma de pagamento mais usada foi à vista no cartão de crédito (36,8%), seguido pelo dinheiro (23,7%). Pelo menos a metade dos entrevistados (50%) afirmou que houve baixa frequência de pesquisa de preço nos estabelecimentos e 37% considerou que a estratégia teve alta adesão.

Colaboração: Carlos Stegemann/Comunicação FCDL/SC.

Fonte: Engeplus