• Outubro de 2017
Home / Notícias

Fecomércio-SP: nível de adequação de estoques do varejo é o menor desde 2011

O índice que mede a adequação dos estoques do varejo da região metropolitana de São Paulo caiu 1,3% em agosto na comparação com julho, para 107,6 pontos - menor nível desde o início da série histórica, em junho de 2011. Na comparação com agosto de 2013, a queda foi de 13,2%.

Os dados foram divulgados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio-SP). O indicador capta a percepção dos comerciantes sobre o volume de mercadorias estocadas nas lojas e varia de zero (inadequação total) a 200 pontos (adequação total).

A justificativa para o recuo da satisfação dos empresários com os estoques foi o aumento, de 14,3% entre julho e agosto, da parcela de entrevistados que afirmaram possuir menos mercadorias armazenadas do que o que prevêem vender em curto prazo.

O número de comerciantes que disse contar com mais produtos do que necessitam para atender a demanda caiu 3,5% na mesma base de comparação.

Para os economistas da Fecomércio-SP, em agosto foram vistos os primeiros indícios de que o período de ajustes de estoque está começando a surtir efeito.

Na avaliação deles, a queda também não deve ser atribuída unicamente a fatores negativos. No atual cenário, a inadequação cresceu por causa da falta de estoques. Algo que, em tese, pode indicar uma retomada ainda que modesta da demanda, além da adaptação do varejo às novas perspectivas.

Nos próximos meses, a perspectiva é de melhora do indicador a partir a migração da inadequação para a adequação.

Fonte: Agência CMA