• Outubro de 2017
Home / Notícias

Supermercados projetam queda nas vendas de ovos de Páscoa no RS

Pela primeira vez em 12 anos, os supermercadistas do Rio Grande do Sul preveem uma queda na venda de ovos de chocolate na Páscoa no Rio Grande do Sul. Segundo pesquisa da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), a redução deve ser em torno de 7,1%. Os números foram divulgados nesta terça-feira (16).

Ainda conforme o levantamento, os consumidores gaúchos deverão apostar em caixas de bombons e em chocolates menores, como barras e tabletes, para montar a cesta de Páscoa. Os empresários do segmento projetam um crescimento de 8,3% e de 12,1% nos produtos, respectivamente. Entre os ovos de chocolate, a procura será por itens menores e mais baratos.

Ao todo, a projeção é que os supermercados do estado comercializem cerca de 8,5 milhões de ovos de chocolate, que significa um faturamento de R$ 120,6 milhões para o setor. Entre os bombons, a estimativa é de que pelo menos 6,4 milhões de caixas sejam vendidos no período, agregando ao faturamento do setor mais R$ 33 milhões.

Outros produtos típicos

Além da tradicional procura por chocolates, outros itens ganham evidência às vésperas da Páscoa. Entre os vinhos, o crescimento nas vendas deverá ser de 5%, com destaque para a indústria nacional.

Mas o destaque será a venda de pescados, com previsão de crescimento de 11,5%. Estima-se que sejam comercializadas cerca de 520 toneladas de diversos tipos de pescados.

Dólar eleva preços

Em função da alta do dólar, os ovos de Páscoa estarão em média 16,2% mais caros que em 2015. Nos bombons também haverá alta, de 15,6%, além dos chocolates em barra, que sofreram reajuste de 13,9%.

A pesquisa da Agas foi realizada durante os meses de janeiro e fevereiro. Foram ouvidos 20 supermercadistas do estado e de empresas de diferentes portes. Conforme estudo da Agas, 9 em cada 10 consumidores vão comprar seus chocolates em lojas do setor.

Fonte: G1 RS