• Outubro de 2017
Home / Notícias

Varejo de SP cai 8% em 2015 e tem pior desempenho desde Plano Real

O varejo da cidade de São Paulo terminou 2015 com uma queda de 8% nas vendas em relação a 2014. Foi o pior desempenho do setor desde o início do Plano Real, em 1994, informa a Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Considerando somente as vendas à vista, houve recuo de 9,2%. As vendas a prazo tiveram baixa de 6,7%, impactada principalmente pelo aumento da taxa de juros e pela restrição ao crédito.

Só no mês de dezembro, o varejo também teve a maior retração desde o início do Plano Real, na comparação com igual mês do ano anterior. O declínio foi de 14,5%, sendo recuo de 18,2% nas vendas à vista e de 10,8%, a prazo. Em relação ao novembro, as vendas à vista e a prazo apresentaram altas de 20,8% e 42%, respectivamente. As elevações se devem ao fato de que dezembro é o principal mês para o varejo, em decorrência das compras de fim de ano e da injeção do 13º salário na economia.

Na avaliação de Marcel Solimeo, diretor do Instituto de Economia Gastão Vidigal, da ACSP, 2016 também deverá ter queda, mas em um ritmo menor. "Porém, o varejo precisa se preparar para o começo do ano, quando a sazonalidade joga contra o lojista", analisa, em referência ao tradicional desempenho negativo do setor no primeiro trimestre de cada ano, em razão de gastos do consumidor com IPVA, IPTU e material escolar, além de viagens de férias e o carnaval, que reduzem o movimento do comércio.