• Outubro de 2017
Home / Notícias

Black Friday salva varejo paulistano em novembro

O Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) registrou, em novembro, uma alta média de 2,7% no movimento de vendas na capital paulista em relação ao mês anterior. Isoladamente, houve elevação de 11,3% nas vendas à vista e recuo de 5,9% nas vendas a prazo.

“A Black Friday salvou o mês”, afirma Alencar Burti, presidente da ACSP e da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo).

“O varejo físico pegou carona na Black Friday, que costumava ser uma data exclusivamente do e-commerce”, complementa Burti, ressaltando, porém, que ainda não é possível dizer se o consumidor aproveitou a data promocional para antecipar as compras de fim de ano.

O presidente da ACSP e da Facesp também destacou que o comércio já estava fortalecendo suas ações promocionais – em função da crise – e que o Black Friday serviu de gancho para impulsionar essas liquidações. Além disso, a data se estendeu para além da sexta-feira, com estabelecimentos ampliando os períodos de descontos.

Frente a novembro do ano passado, o movimento de vendas teve queda média de 11,5% (-10,3% e -12,7% nas comercializações a prazo e à vista, respectivamente).

Os resultados reforçam que 2015 está sendo um ano ruim para o comércio varejista: nos 11 primeiros meses do ano a queda média foi de 7% (-6,2% nas vendas a prazo e -7,7% nas vendas à vista).

Projeção: Com os dados de novembro, a ACSP revisou suas projeções para o fechamento de 2015. A previsão agora é de que o movimento de vendas na capital paulista termine o ano com uma retração entre 6% e 8%, o que seria o pior resultado do Plano Real.

(Redação - Agência IN)

Fonte: Agência IN