• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

Supermercadistas estão pessimistas com a economia

A Pesquisa de Confiança dos Supermercados do estado de São Paulo (PCS/APAS) apontou em outubro que apenas 12,4% dos empresários do setor supermercadista estão otimistas em relação ao ambiente econômico atual e futuro. O total de pessimistas atingiu 60% dos empresários do setor.

Deste modo, os resultados continuam apontando um cenário de confiança em níveis baixos, refletindo o momento econômico e político vivenciado atualmente no Brasil.

Conforme explicou o gerente do departamento de Economia e Pesquisa da APAS, o economista Rodrigo Mariano, todos os itens pesquisados (inflação, PIB, juros, emprego, vendas, entre outros) apontam baixo ou nenhum grau de otimismo em relação à percepção atual ou à expectativa futura.

Segundo ele, um baixo percentual dos empresários (5,9%) possui a percepção de que a inflação apresente redução no curto prazo. “A inflação elevada e persistente, aliada ao desempenho fraco da atividade econômica, afeta o otimismo do setor, que apresenta desde meados de 2013 um baixo nível de confiança na economia brasileira”, diz.

Este cenário vem se degradando mês após mês diante do agravamento da crise política e econômica que é vivenciada e que afeta a confiança dos empresários e dos consumidores, impactando, respectivamente, a decisão de investimento e consumo.

Momento atual

Em relação ao momento atual, o otimismo do setor supermercadista atingiu 11,8%, já o pessimismo foi verificado em 62,2%. “Esse cenário reflete um momento atual de extrema falta de confiança na economia, que tem gerado elevação do desemprego, com redução da renda da população, aliado à perda do poder de compra”, comenta.

Momento Futuro

No que diz respeito à expectativa em relação ao futuro, 12,9% apontaram otimismo, enquanto 57,6% se mostraram pessimistas. Para o economista, o baixo nível de confiança no futuro continua a demonstrar um baixo nível de “esperança”, já que o indicador referente à expectativa futura para a economia brasileira tem resultados similares ao indicador geral.

NOTA METODOLÓGICA

A Pesquisa de Confiança dos Supermercados do estado de São Paulo (PCS/APAS) é apurada mensalmente pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) desde junho de 2011. Os dados são coletados juntos aos empresários supermercadistas, representando, 85% do faturamento do setor supermercadista do estado de São Paulo, portanto, a amostra é representativa do comportamento do setor no estado de São Paulo. A pesquisa tem como objetivo identificar o nível de confiança dos supermercados com relação ao cenário macroeconômico considerando a percepção atual e a expectativa futura. Desta maneira, os dados são segmentados entre o Resultado Geral, Percepção Atual e Expectativa Futura. As análises dos resultados auxiliam os empresários do setor na tomada de decisão com relação ao reabastecimento, investimentos, compras, estoque. E de maneira geral auxilia o mercado na análise de tendências, plano de negócios, potencialidades, inserção no mercado.

Outubro 2015

Sobre a APAS – A Associação Paulista de Supermercados representa o setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade tem 1.328 associados, que somam mais de 2.830 lojas.

Fonte: Maxpress

Posts Recentes