• Outubro de 2017
Home / Notícias

Vendas do comércio caem em junho; resultado em 12 meses é positivo

São Paulo – As vendas no comércio varejista recuaram 0,7% de maio para junho, enquanto a receita nominal caiu 0,2% (a primeira queda em dois anos), segundo informou hoje (14) o IBGE. Na comparação com junho do ano passado, o volume de vendas sobe 0,8% e a receita, 7,4%. No ano, os resultados também são positivos, com altas de 4,2% e 10,5%, respectivamente. Em 12 meses, a receita acumula crescimento de 4,9%, enquanto a receita aumenta 11,4%.

No mês, o volume caiu em nove das dez atividades pesquisadas – a exceção foi o segmento de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,6%). Entre os demais, o grupo móveis e eletrodomésticos caiu 2%, tecidos, vestuário e calçados recuou 1% e veículos e motos, partes e peças teve retração de 12,9%.

Em relação a junho de 2013, quatro de oito atividades tiveram alta: outros artigos de uso pessoal e doméstico (7,9%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (7,7%), hipermercados (0,5%) e móveis e eletrodomésticos (0,1%). No primeiro caso, o IBGE avalia que a atividade, por abranger vários segmentos (como lojas de departamentos, ótica, joalheria, artigos esportivos e brinquedos) recebeu menos impacto da redução da carga horária comercial ocorrida em consequência da Copa. A atividade cresceu 9,6% no primeiro semestre e 10,2% em 12 meses.

Já em hipermercados, o instituto informa que o desempenho foi influenciado pela redução do número de dias úteis em junho. E o segmento de móveis e eletrodomésticos teve influência do menor ritmo de crescimento do crédito.