• Outubro de 2017
Home / Notícias

Longe da crise, franchising cresce 10,1% entre janeiro e setembro

COMANDATUBA (BA) - A presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Cristina Franco, destacou que "não há espaço para tristeza" no setor de franquias. Como prova, a executiva informou que a expansão do faturamento nominal do ramo, no acumulado de 2015 até setembro, atingiu 10,1% frente a igual período do ano passado. A inflação dos nove meses, com base no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) foi de 7,64%.

"Temos que incentivar os franqueados o tempo todo. E isso que faz a diferença. O franchising mostra que é possível enfrentar esse momento [de crise econômica]", disse Cristina, durante a abertura, no começo da noite, da Convenção ABF do Franchising, em Comandatuba, na Bahia. Até sábado, empresas como Cacau Show, Tip Top e Giraffas estarão no local promovendo suas marcas e alavancando novos acordos com interessados em abrir um negócio.

O franchising tem atraído investidores pela rentabilidade alta em um ano economicamente difícil para o Brasil. Enqunato o Produto Interno Bruto (PIB) nacional encolheu 2,6% no segundo trimestre, as franquias comemoram alta de 13,1% no faturamento, para R$ 32,5 bilhões, em relação a igual período do ano passado.

Entre abril e junho deste ano, a operação do franchising no Brasil cresceu 1,9%, e agora soma 131.269 pontos de venda. Os segmentos mais destacados são esporte, saúde, beleza e lazer, com um crescimento de faturamento na ordem de 24%, e hotelaria e turismo, com avanço de 15%.

Os detalhes sobre o 3º trimestre serão apresentados amanhã durante o evento. No entanto, há poucos minutos, Cristina revelou que o setor terá uma novidade internacional, mas que só será divulgada no sábado, último dia da convenção.

(Repórter viajou a convite da ABF)

Sammy Eduardo