• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

Youtube e Twitter investem no 'botão comprar'

Extremamente populares no YouTube, os vídeos de reviews de produtos no Youtube agora poderão exibir uma espécie de “botão comprar”. O site anunciou nesta semana que, a fim de ajudar os anunciantes a se conectar com o conteúdo mais relevante para eles, vai lançar uma ferramenta que tem a função de vitrine digital para as marcas. Na prática, funcionaria assim: enquanto um blogueiro comenta as especificações de um aparelho eletrônico no vídeo, por exemplo, surgiria a opção de ver um pequeno anúncio, à direita superior, sobre o mesmo aparelho analisado pelo blogueiro.

Outros vídeos do estilo “como fazer uma receita” ou “unboxing” (quando o autor do vídeo simplesmente abre um produto novo e mostra como ele é por dentro) também estão entre os que devem despertar a atenção dos anunciantes que desejam usar o YouTube para vender um produto. O “unboxing”, aliás, é uma febre na plataforma de vídeos do Google. Exemplo disso são os canais que fazem “unboxing” de brinquedo e têm grande audiência.

Hoje, os anunciantes já podem colocar links que direcionam para uma página de e-commerce dentro de seus próprios vídeos. Mas, agora, a nova ferramenta vai permitir propagandear os links em qualquer vídeo, desde que seu dono opte por participar disso segundo o New York Times. O recurso foi liberado, por ora, para Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e Japão.

O YouTube não é a único nem a primeira plataforma digital a tentar facilitar a venda de produtos por parte de seus anunciantes (sua principal fonte de receita). O Pinterest e o Instagram também têm sua função “botão comprar”. O usuário que vê imagens de roupas e objetos de decoração nessas plataformas já podem se deparar com o link que leva diretamente para o e-commerce que vende o produto. Isso encurta o processo de compra - elimina a necessidade de o usuário ir até o Google para fazer a busca por aquela jaqueta jeans vista na rede social, por exemplo.

Nesta semana, o Twitter também anunciou diversas parcerias para tornar mais fácil a venda de produtos ou serviços pelo Twitter. “Com o Buy Now (compre agora), as empresas poderão obter mais conversões (quando a pessoa clica e compra) e eliminar as barreiras do processo de compra via celular”, diz o vice-presidente de comércio do Twitter, Nathan Hubbard, em post no blog da empresa.

O esforço das plataformas digitais em vender produtos na internet é um tema há muito discutido no setor de tecnologia. Há especialistas que vislumbram, para um futuro próximo, que filmes e seriados exibam links para a venda de qualquer coisa que apareça no cenário - mesa, sofá ou até mesmo a roupa do ator principal. Seria a TV do futuro, sem intervalo comercial, mas com anúncios “embutidos”.

Posts Recentes