• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

PR: De sorteios a descontos, comerciantes vão para o “vale-tudo” contra a crise

Desemprego em alta, inflação de 8,89% nos últimos 12 meses até junho, queda de 2,9% na renda real e aumento de juros. Some a isso o alto índice de endividamento — 88,8% das famílias paranaenses estavam endividadas ao fim do 1º semestre. O que se tem é um cenário amplamente desfavorável para o comércio, que vem registrando quedas nas vendas desde o começo do ano. Mas, diante deste cenário, tem empresas que, ao contrário de reclamar, procuram soluções, algumas bem criativas. São smartphones mais em conta, roupas com desconto de até 70% e carros R$ 9 mil mais baratos e até parcela “paga” pela montadora.

Para constatar que a hora é de criar promoções para atrair a clientela, basta andar pela Rua XV de Novembro, na região central de Curitiba. Outro sintoma são as liquidações, que neste ano começaram a ser feitas bem mais cedo. De acordo com a Associação Comercial do Paraná (ACP), as promoções de verão, que costumam acontecer entre março e abril, neste ano tiveram início já em janeiro. Já a liquidação de inverno, que geralmente começa em agosto, está rolando desde junho.

Em Curitiba, uma das empresas que tem apelado para promoções com o intuito de não perder vendas é a Zutti Calçados. De acordo com a gerente da loja da Rua XV, Terezinha de Fátima, os descontos tem ajudado a manter as vendas no mesmo nível do ano passado. “Na semana retrasada já tínhamos feito uma promoção na qual quem levasse dois pares de sapato ganhava 20% de desconto, e semana passada iniciamos uma nova promoção. E isso tem ajudado nas vendas, que sempre aumentam bastante com essas iniciativas”, diz.


No bairro Juvevê, um retaurante que serve buffet livre começou a servir ao cliente o refrigerante ou suco de graça e à vontade. O resultado foi surpreendente. A casa viu aumentar a clientela em 25% desde então.

Ainda no ramo da gastronomia, ontem a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel – PR), lançou um conjunto de ações entre seus associados para reduzir custos e assim evitar aumentar o preço dos pratos. A ideia é ter rodadas de negociação conjuntas para as compras em maiores volumes e, assim, baratear parte dos custos.

As medidas também visam cortar custos na coleta de lixo, água e energia elétrica, tudo que poderia ser repassado ao cliente. Para atingir esse objetivo, a entidade tem desenvolvido parcerias com fornecedores e prestadores de serviços que atendem o setor em busca de alternativas inteligentes e valores diferenciados.

Carros — No setor automotivo, a situação se repete. Lutando pelo terceiro ano seguido contra baixas nas vendas de veículos — o 1º semestre de 2015 foi o pior desde 2007, e em julho as vendas registraram queda de 22,8% —, concessionárias e montadoras oferecem promoções que vão desde descontos no preço e opcionais grátis até dinheiro na mão do consumidor que fizer o test drive e acabar comprando o carro de outra marcae ainda viagens internacionais.

Entre as promoções, muita “maluquice”, num verdadeiro vale-tudo para conquistar o cliente. A Chevrolet, por exemplo, oferece taxa zero com 60% de entrada e até 36 parcelas dependendo do modelo. Até recentemente, também oferecia a quitação de quatro parcelas do financiamento no caso do desemprego do comprador.

A Citroën, por sua vez, chegou a oferecer viagem a Paris como brinde até junho. E agora a Peugeot diz que paga R$ 500 para quem fizer test drive do modelo 208, mas optar por um carro de outra marca. Para receber, é preciso apresentar a nota fiscal da compra.

O mercado de telefonia móvel é outro que vem sofrendo com o mau momento da economia brasileira, e que vem apelando aos descontos para tentar ao menos manter as vendas estáveis. Com vendas em baixa, os descontos chegam a até 48% no e-commerce, em lojas como a Americanas.com, Fast Shop, Saraiva e Submarino.

Fonte: Bem Paraná

Posts Recentes