• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

Indicadores da indústria caem no primeiro trimestre, mostra pesquisa

A indústria brasileira iniciou 2015 com todos os indicadores em queda, segundo a pesquisa Indicadores Industriais, divulgada hoje (5) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Dados do primeiro trimestre mostram retração do faturamento real, horas trabalhadas, empregos, massa salarial real e rendimento médio real, na comparação com igual período de 2014.

As maiores quedas foram das horas trabalhadas e do faturamento real, com recuo respectivo de 8,5% e 6%, em comparação aos três primeiros meses de 2014. A massa salarial real, por sua vez, caiu 4,1%, e o emprego, 3,9% no período. O rendimento médio real teve variação negativa de 0,2% em comparação ao primeiro trimestre do ano passado.

Levando-se em conta apenas o mês de março, houve recuo da maioria dos indicadores tanto em comparação a março de 2014 quanto em relação a fevereiro. Comparando março deste ano com igual mês do ano passado, o faturamento real subiu 0,2%, mas as horas trabalhadas, o emprego, a massa salarial e o rendimento médio caíram, respectivamente, 5,9%, 4,5%, 5% e 0,6%. Em comparação a fevereiro deste ano, o faturamento cresceu 0,5%, enquanto horas trabalhadas, emprego, massa salarial e rendimento recuaram 0,9%, 0,8%, 1,4% e 0,8%.

A utilização da capacidade instalada pela indústria ficou em 80,8% em março. Houve melhora de 0,7 ponto percentual em relação a fevereiro deste ano, mas queda de 0,4 ponto percentual em comparação aos 81,2% registrados para o mesmo mês de 2014.

Na avaliação da CNI, as variações positivos registradas para o faturamento e a utilização da capacidade instalada em março não são suficientes para reverter o cenário adverso da indústria. A entidade destacou que os dois indicadores “seguem em baixo nível em suas séries históricas”.

Posts Recentes