• Novembro de 2017
Home / Notícias

Notícias

Sinal vermelho para o varejo

Por Rubens Panelli

A expectativa para o Dia das Mães é baixa

Datas comemorativas costumam significar boas vendas, depois do Natal e do Dia dos Namorados o Dia das Mães é uma data que também é sinônimo de mercado aquecido, porém este ano a expectativa dos varejistas é baixa.

Os varejistas não criam grandes expectativas para a data, com a atual crise econômica o Dia das Mães promete ser das lembrancinhas, “A instabilidade econômica e medo desemprego deixam o consumidor com receio de fazer gastos extras”, explica Rubens Panelli Jr, especialista e consultor de gestão de varejo.

Diante do quadro o varejo fica de mãos atadas, o pessimismo é generalizado, mesmo as classes consideradas altas não estão fazendo grandes investimentos desnecessários. “O cenário não deve ter alterações significativas para o dia dos namorados também, os casais vão ter que pensar bastante para serem criativos e ainda gastarem pouco”, afirma Rubens.

Segundo pesquisa realizada pelo Provar (Programa de Administração do Varejo) em parceria com a Ibevar (Instituto de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo) o percentual de consumidores que pretendem comprar bens duráveis é de 46,6%. O cenário para o segundo semestre também não é dos mais animadores, a tendência é que o mercado fique “parado”, não é aconselhado aos varejistas fazerem grandes estoques de mercadorias, e nem as super promoções prometem fazer grandes diferenças nos caixas do comércio.

“O momento é mesmo de cautela, para compradores e comerciantes, nada de estoques gigantescos nem de compras por impulso”, enfatiza o especialista.

Rubens Panelli é sócio diretor da Panelli & Associados, empresa de consultoria de gestão varejo e consumer products.

Fonte: Maxpress

Posts Recentes