• Setembro de 2017
Home / Notícias

Insegurança do consumidor faz vendas em Mato Grosso caírem 5,5% em 2015

A insegurança do consumidor mato-grossense diante a atual economia brasileira levou as vendas no comércio varejista do Estado recuar 5,5% no primeiro bimestre de 2015 em relação ao período o ano passado. Em 12 meses o desempenho das vendas foi de um saldo positivo de apenas 0,6%. Ao se comparar fevereiro com o mês em 2014 há uma queda de 8,9%.

O resultado no ano é o terceiro pior do Centro-Oeste e do Brasil. Goiás registrou a maior queda de 7,8% nas vendas no comércio varejista, seguido do Distrito Federal com 5,8%. Atrás de Mato Grosso vem à Bahia com 5,3% e o Maranhão com 5,2%. O melhor resultado obtido foi de Roraima com um crescimento de 19,4%. O Mato Grosso do Sul manteve-se estável.

Os dados são da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgadas nesta semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa mostra que no Brasil o primeiro bimestre registrou recuo de 1,2% nas vendas ante o ano passado. Na variação dos 12 meses o crescimento foi de apenas 0,9%. Já fevereiro teve queda de 3,1% ante o mês em 2014.

“A indefinição da política-econômica está impactando toda a cadeia. O aumento de juros, restrições de crédito e consumo em alta escala de 2014 estão fazendo com que o consumidor em 2015 segure mais os gastos”, explica Manuel Gomes, diretor da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (Facmat).

De acordo com o diretor da Facmat, o mercado mundial está sofrendo flutuações no que diz respeito à economia, o que leva o consumidor a evitar gastos. Ele ressalta que se as vendas continuarem a cair poderá se ver retração nas contratações, em especial no comércio.

“O consumidor está mais cauteloso. Não quer fazer dívidas, pois não se sabe como será o amanhã”, salienta Manuel Gomes.

Receita nominal e varejo ampliado

No que diz respeito à receita nominal de vendas no comércio varejista Mato Grosso em 2015 apresentou leve alta de 1% em relação ao primeiro bimestre de 2014. Na variação dos 12 meses aumento de 6,6% e em fevereiro queda de 1,6% diante o mês o ano passado.

As vendas no varejo ampliado em Mato Grosso retraíram 7,2% em 2015 e 1,2% na variação de 12 meses. Em fevereiro o desempenho negativo foi de 10,2%. O varejo ampliado inclui vendas de veículos, peças automotivas e materiais para a construção.