• Outubro de 2017
Home / Notícias

Supermercados investem para driblar crise e aumentar vendas para Páscoa

O consumidor vai pagar mais caro para garantir o presente de Páscoa da criançada neste ano em Itapetininga (SP) e região. Os preços de ovos de chocolate estão 10% mais caros, segundo economistas. Além do cacau, que é importado, brinquedos que vêm de brinde são da China e também sofrem os impactos da importação. Para atrair o público infantil, as indústrias apostam em inovações.

A estratégia dos supermercados para vender mais, mesmo com os preços mais altos, foi antecipar a exposição dos ovos de chocolate antes da data programada. “É uma estratégia porque a criança acaba vendo, então, os pais compram antes e durante a Páscoa”, explica Alexandre Moreira, gerente de um supermercado.

A arquiteta Marina Corradi levou para casa um ovo antecipado. “Acabo comprando duas ou três vezes, pois sempre que venho ao supermercado acompanhada da minha filha eu levo um”, conta.

Para a comerciante Ana Paula Martins, ir ao supermercado nessa época também é garantia de sair com o ovo de chocolate no carrinho. "Esse ano os ovos estão muito mais caros. Anualmente eles sofrem reajuste, mas não tem jeito, pois para as crianças é preciso levar.”

O economista Rodrigo Augusto de Lima orienta os pais na hora de comprar um ovo de Páscoa e também economizar. “A dica é não levar as crianças e também fazer com que os adultos resistam às tentações. Teremos um aumento, mas o que resta é pesquisar e encontrar a melhor alternativa.”

Em um supermercado da região, o preço não vai barrar a expectativa de vender 10% a mais do que em 2014. “Nos antecipamos para garantir a venda e mesmo com a elevação do preço motivada por esta crise econômica, acreditamos que haverá um acréscimo nas vendas em relação ao ano passado”, afirma Ednewton Piri, gerente de supermercado.

Fonte: G1