• Outubro de 2017
Home / Notícias

Combustível e vestuário puxam recuo do varejo em fevereiro, diz Serasa

O movimento dos consumidores nas lojas em fevereiro de 2015 recuou 1,0% em relação a janeiro, já efetuados os ajustes sazonais, apontou o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio nesta quinta-feira (5).

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve queda de 2,8% na atividade do comércio no segundo mês deste ano. Já no acumulado do primeiro bimestre de 2015, a atividade varejista se contraiu 2,1% em relação ao primeiro bimestre do ano passado.

Segundo a Serasa Experian, a série de aumentos e reajustes em itens importantes da cesta de consumo (combustíveis, transportes urbanos, mensalidades escolares, etc.), a deterioração do cenário econômico reduzindo o grau de confiança das famílias e as altas das taxas de juros e do dólar, impactaram negativamente a atividade varejista em fevereiro.

A queda da atividade do comércio em fevereiro foi determinada pelos recuos de 4,0% no segmento de combustíveis e lubrificantes, de 2,6% de tecidos, vestuário, calçados e acessórios e de 0,8% nos supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas.

Na direção contrária, o mês de fevereiro registrou avanços de 4,3% na movimentação de consumidores nas lojas de material de construção e de 0,2% no setor de móveis, eletroeletrônicos e informática. Por fim, o segmento de veículos, motos e peças ficou estagnado em fevereiro deste ano.

Acumulado do ano

A atividade do comércio caiu 2,1% no primeiro bimestre de 2015 frente ao mesmo período do ano passado. Os avanços positivos dos segmentos de tecidos, vestuário, calçados e acessórios (+5,4%) e de móveis, eletroeletrônicos e informática (+0,6%) foram mais que compensados pelas quedas de 0,6% do segmento de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas, material de construção (-16,5%), veículos, motos, peças e acessórios (-11,8%) e combustíveis e lubrificantes (-11,7%).

Fonte: G1