• Setembro de 2017
Home / Notícias

Vendas de ovo da Páscoa devem crescer 10%

Mesmo com o anúncio de uma suposta crise econômica, a oscilação do dólar e o aumento dos combustíveis, a expectativa dos comerciantes para a Páscoa é que as vendas cresçam até 10% em relação ao ano anterior.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), a produção será de 20,2 mil toneladas de chocolate, o que representa cerca de 100 milhões de ovos. Conforme o chefe de Mercearia de um supermercado, Geneis Cabral, o pedido para este ano foi de 10% acima de 2014.

Sobre os preços aos consumidores, ainda não se tem nada confirmado, pois segundo ele, as indústrias que decidem. Cabral ressalta que ano passado o supermercado vendeu todo o estoque e este ano, apesar da crise econômica que a assombra os brasileiros, e expectativa é que o resultado não seja diferente.

De acordo com o gerente comercial de uma distribuidora, Eugênio Takasumi, os clientes (empresas) maiores já fecharam os pedidos e a expectativa é incremento de 10% a 12%, em relação ao ano anterior. “O nosso foco são os ovos de chocolate infantis. Então isso nos ajuda no mercado. Porque o adulto entende se houver um corte nas compras de chocolate, mas a criança não”.

Apesar da ascensão da marca que a distribuidora vende para os supermercados, Takasumi diz que a empresa está cautelosa, pois com o aumento recente no combustível, o valor dos ovos de chocolate também irá sofrer um reajuste. “Nós já vamos vender para os supermercados com 10% a mais, então certamente esse valor será sentido pelo consumidor, pois os estabelecimentos também vão corrigir os preços”.

Preparação - O chefe de Mercearia do supermercado, Geneis Cabral afirmou que a partir da próxima semana, os ovos de Páscoa já estarão nas prateleiras. “Ainda não recebemos os produtos. Está mais certo para o fim do mês. É sempre assim, recebemos sempre cerca de 10 dias após o Carnaval”.

A partir de segunda-feira (23), os ovos de chocolate também estarão nas parreiras da rede Comper, conforme o gerente regional Carlos Paes. Um outro grande supermercado de Cuiabá; começará a vender os produtos, conforme o gerente comercial da distribuidora, Eugênio Takasumi, que informou que a empresa já entregou os pedidos. Se por um lado tem supermercados prestes a expor os produtos da Páscoa, que este ano será no dia 5 de abril, outros estabelecimentos avaliam que ainda é cedo. “Acabou de terminar o Carnaval, e ainda não estamos mexendo com a Páscoa”, afirma o supervisor de Vendas da rede Compre Mais, Derli Locatelli.

Fonte: A Gazeta