• Outubro de 2017
Home / Notícias

Atividade no varejo cai 1,3% em janeiro, apurou a Serasa

A atividade no comércio varejista caiu 1,3% em janeiro ante dezembro de 2014, na série com ajuste sazonal, segundo a Serasa Experian. Na comparação com janeiro do ano passado, o recuo foi de 1,5%. Motivado pelas tradicionais liquidações de início de ano, o segmento de móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática foi o único dos seis pesquisados que apresentou crescimento em janeiro, com alta de 4,4% na margem e 1,1% na comparação interanual.

Dos cinco segmentos que registraram queda em janeiro, a retração mais acentuada foi em veículos, motos e peças (-3,7% no mês e -10,5%). Na seguida aparecem supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-2,8% no mês e -0,4% no ano); material de construção (-1,2% no mês e -19,2% no ano), tecidos, vestuário, calçados e acessórios (-0,6% no mês e +4,9% no ano) e combustíveis e lubrificantes (-0,6% no mês e -8,6% no ano).

Segundo os economistas da Serasa, o ano começou fraco para a atividade varejista. "Taxas de juros que continuam em elevação, confiança dos consumidores ainda em declínio e as pressões sobre o orçamento doméstico ocasionadas por uma série de reajustes e aumentos que ocorreram neste início de ano afugentaram os consumidores das lojas durante o mês passado", diz o texto.

O indicador Serasa é construído, exclusivamente, pelo volume de consultas mensais realizadas por estabelecimentos comerciais à base de dados da companhia. A amostra é composta de cerca de 6 mil empresas comerciais.