• Outubro de 2017
Home / Notícias

Comércio do Rio deve ter aumento de 3% nas vendas até o fim do carnaval

Uma pesquisa divulgada pelo Centro de Estudos do Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDLRio) ouviu 300 comerciantes entre os dias 28 de janeiro a 2 de fevereiro e concluiu que a expectativa do comércio é de um crescimento de 3% nas vendas até o fim do carnaval.

Segundo Aldo Gonçalves, presidente do CDLRio, apesar da previsão de queda nas vendas na segunda semana do mês, as vendas de produtos relacionados ao carnaval devem contribuir para o total das vendas no mês de fevereiro.

“O lojista está animado e a presença do grande número de turistas nacionais e estrangeiros na cidade estimula e movimenta o comércio. Mas o fenômeno que tem colaborado bastante para o aumento das vendas de produtos para o carnaval é o crescimento do número de blocos carnavalescos, que por não usarem fantasias padronizadas contribuem bastante para as vendas de adereços, fantasias, máscaras, chapéus, fitas, camisetas, bermudas, shorts, sandálias e ventarolas estilizadas”, afirma Aldo.

Os comerciantes afirmam que adereços, fantasias, tecidos, bermudas, shorts, camisetas e roupas de banho são os produtos mais vendidos. O preço médio de cada compra é de R$ 150 e os clientes estão usando o cartão de crédito parcelado como forma de pagamento mais comum, seguido de dinheiro, cartão de débito, cheque e crediário.

A pesquisa mostra ainda que as lojas da Zona Norte estão vendendo mais do que as do Centro, Zona Sul e Oeste.

De acordo com a Secretaria de Turismo da Prefeitura do Rio de Janeiro, a expectativa é de que 977 mil visitantes participem da festa, gerando a entrada de US$ 782 milhões na economia na cidade.

Fonte: G1 Rio