• Novembro de 2017
Home / Motivação

Motivação

A atitude é tudo - ou nada!

interna.jpg
Steve Fosset foi o primeiro homem a circunavegar o planeta em um balão de ar quente. Em uma de suas tentativas, em 1997, ao atravessar o Oceano Atlântico, ventos fortes o levaram a uma altura de 7,5 mil metros em direção ao norte da África, para a Líbia, que não havia permitido que Fosset sobrevoasse seu espaço aéreo, podendo inclusive abater seu balão a qualquer momento, se desejasse.

A única maneira de um balão de ar quente mudar de direção é ajustando sua altitude. Ao liberar gás hélio e descer a uma altitude menor, é possível pegar outra corrente de vento, em outra direção. Se esquentar um pouco mais, é possível alcançar maior altitude com o mesmo objetivo: encontrar outra corrente de vento que sopre em outra direção.

Fosset decidiu liberar gás hélio do balão, desceu 2 mil metros e pegou uma corrente de ar que o levou para fora do espaço aéreo da Líbia. Quando percebeu que estava seguro, esquentou novamente o balão, subiu 3 mil metros e então pegou outra corrente de vento que o colocou novamente no curso.

Assim como a mudança altitude tem a capacidade de mudar a direção de um balão, a mudança de atitude têm o poder de mudar a direção da sua vida.

“Nós que vivemos nos campos de concentração nazistas naquela época, nos lembramos daqueles que viveram ao nosso lado, reconfortando os outros, e abrindo mão do último pedaço de pão que tinham a sua disposição. Talvez essas pessoas tenham sido poucas, mas elas ofereceram o número suficiente de provas de que tudo pode ser tirado de um ser humano, menos uma coisa: a possibilidade de escolher qual será a sua atitude não importa as circunstâncias que esteja vivendo”. Viktor E. Frankl

Uma das maiores riquezas do ser humano é o livre arbítrio, a liberdade de escolher suas atitudes, independentemente dos estímulos que recebe, porque são essas escolhas que determinarão a sua qualidade de vida e a sua felicidade.

Em outras palavras, a qualidade de vida, o bom humor e a felicidade estão muito mais relacionadas às suas atitudes do que àquilo que acontece ao seu redor. As pessoas tentarão influenciar suas escolhas, mas elas continuam sendo suas e, só você pode decidir sobre suas atitudes.

Duas pessoas percebem um mesmo problema na empresa; uma escolhe espalhar reclamações pelos corredores e bastidores da empresa, enquanto a outra procura a pessoa diretamente envolvida no problema para conversar sobre como pode ajudar a resolvê-lo. A situação é a mesma, mas as escolhas e atitudes são completamente diferentes, percebe?

Atitudes positivas podem transformar uma pessoa, uma vida, uma família, um negócio, um ambiente, uma empresa, um país e até o mundo. Veja, por exemplo, os benefícios que uma atitude positiva e bem humorada pode trazer ao ambiente corporativo:

Criatividade e inovação: Pesquisa da HBR (Harvard Business Review) comprovou que a felicidade no trabalho proporciona 300% mais de inovação;

Impacto na Produtividade: Pesquisa HayGroup mostra que trabalhadores mais felizes são até 43% mais produtivos;

Absenteísmo: a Forbes divulgou uma diminuição de 66% em licença médica de pessoas felizes e bem humoradas no trabalho;

Tensão e o Estresse: a HBR (Harvard Business Review) destacou que pessoas felizes sofrem 125% menos o burnout (esgotamento físico e mental);

Atração e Retenção de Talentos: o Instituto Gallup demonstra que a Felicidade no trabalho reduz o Turnover em 51%.

Assim como acontece com a maioria das pessoas, inclusive comigo, pode ser que existam situações em que você, por algum motivo, tenha escolhido atitudes das quais não se orgulha, ou que tenham trazido resultados insatisfatórios. Se é assim, a grande notícia é que a melhor escolha que você pode fazer é aquela que ainda não fez, portanto, aproveite o seu livre-arbítrio para fazê-la com sabedoria.

Lembre-se, a atitude é tudo; ou nada!

Marco Fabossi é Sócio-Diretor da Crescimentum.

Fonte: http://www.blogdofabossi.com.br/2016/05/a-atitude-e-tudo-ou-nada/

Posts Recentes