Os dois mestres da vida Os dois mestres da vida
Primeira história:

Há algum tempo, após uma palestra, uma jovem com menos de 30 anos me procurou para expressar sua decepção com a empresa onde trabalhava há cinco anos. Comentou que fora preterida em uma promoção para um cargo de supervisão, mesmo sendo a melhor analista da empresa.

– E qual foi a justificativa que a empresa lhe deu para não promove-la? – perguntei
– Disseram que meu inglês não é fluente, e isso é um pré-requisito para essa posição – respondeu a jovem.
– Desculpe, mas posso lhe fazer algumas perguntas? – continuei, e ela consentiu.
– Você queria essa posição?
– Sim, eu queria muito essa posição! – respondeu a jovem
– Você sabia que o “inglês” era um pré-requisito para conquistar esta posição?
– Sim, eu sabia.
– E por que não estudou nestes cinco anos que está na empresa?
– Porque estava esperando a empresa patrocinar o meu curso de inglês.

Segunda História:

Há poucos dias recebi a ligação de um amigo muito querido que, com a mesma alegria e entusiasmo de um adolescente que acaba de ser aprovado no vestibular, me disse:
– Passei na OAB!

Dias depois, enquanto jantávamos com nossas famílias, me contou que todos os dias, durante os 6 meses que antecederam o exame, ele acordava às 5h da manhã, estudava por 2 horas, e a noite, quando retornava do trabalho, estudava por mais 4 horas. E assim, aos 54 anos, depois de cursar a faculdade no período noturno por 5 anos, foi aprovado em sua primeira tentativa no exame da OAB.

A vida tem dois mestres: sabedoria e consequências, e ambos cobram o seu preço. A sabedoria exige pagamento antecipado em notas de dedicação, persistência, resiliência e consistência. Já as consequências não exigem nenhuma “entrada” ou pagamento antecipado, mas seus juros e mensalidades são infinitamente mais caros e prolongados, e podem até chegar a custar um casamento, um emprego, um namoro, uma amizade, e até mesmo uma vida.

Ambos causam dor e prazer; a sabedoria não é tão atraente porque exige antes a dor da disciplina e só depois oferece o prazer da conquista. Já as consequências atraem muita gente porque oferecem antecipadamente o prazer de “curtir a vida do jeito que quiser”, mas são implacáveis em impor a dor do arrependimento.

Portanto, dor e prazer sempre estarão presentes em nossas escolhas; a única coisa que precisamos decidir é a ordem em que queremos senti-los.

A boa notícia é que as consequências podem ser substituídas pela sabedoria a qualquer momento. Basta que tomemos a decisão de pagar o preço para realizar aquilo que nos causa arrependimento, e isso não tem idade pra acontecer.

Lembre-se: A dor da disciplina é temporária, mas o prazer da recompensa é pra sempre!


Marco Fabossi é Sócio-Diretor da Crescimentum.

Fonte: 
http://www.blogdofabossi.com.br/2015/10/os-dois-mestres-da-vida-motivacao/
Tags: Sabedoria, Consequências, Motivação, Escolhas, Decisões, Disciplina
06/03/2017 - 30 frases de motivação para sua semana ser incrível
13/02/2017 - A diferença dos diferentes
20/02/2017 - A atitude é tudo - ou nada!
23/01/2017 - Você já motivou seu chefe hoje?
24/04/2017 - Teoria das Janelas Quebradas
17/04/2017 - Os dois mestres da vida
Texto da Busca:
Data Inicial:
Data Final:
                   
persistência atitude oportunidades reflexão sonhos objetivos vida sucesso determinação desafios mudança liderança atitudes hábitos otimismo dicas iniciativa empreendedorismo felicidade motivação

Notícias | Artigos | Motivação | Cases | Feiras | Links | Newsletter | Cadastre-se | Calendário do Varejo | Twitter | RSS | Fale Conosco
© 2017 Copyright Varejista.com.br. Todos os direitos reservados. - Site: SGP Infront