• Outubro de 2017
Home / Dicas / Operações

7 dicas para não errar na hora de escolher o ponto comercial

interna.jpg
Por Lyana Bittencourt

A decisão de empreender com franquias exige do futuro franqueado atenção para pontos que são importantes para o sucesso do negócio, um deles é o ponto comercial.

O ponto comercial é um dos aspectos de maior importância para quem vai abrir uma franquia, porém ele tem um peso maior quando se trata de franquia de varejo, uma vez que para esse tipo de negócio o ponto deve permitir uma boa exposição da marca, acesso fácil para pedestres, estacionamento e, acima de tudo, segurança para os clientes e para o franqueado e sua equipe.

Franquias podem ser instaladas em pontos de rua, galerias comerciais, shopping centers, entre outros. Cada um desses locais tem características diferentes entre si que devem ser avaliadas e comparadas com a necessidade de exposição do negócio. As franquias de serviços, por exemplo, como uma lavanderia, ou lojas de conserto de roupas, podem ter boa aceitação ao serem instaladas em galerias.

No franchising, via de regra, a franqueadora já define o tipo de ponto onde deve ser instalada a franquia de sua marca. Nesse caso o franqueado recebe toda orientação sobre as características do local e do ponto comercial ideal. Essas instruções são entregues via um manual, o de implantação, ou por um profissional da franqueadora que o orientará nesse sentido. Em algumas redes o ponto é aprovado pela franqueadora. Em outras, ela dá toda orientação e acompanha o franqueado para que ele decida pelo ponto que mais se enquadra às necessidades da franquia que vai instalar.

De posse das informações sobre o tipo e as características do ponto, o franqueado pode contar também com a ajuda de corretores imobiliários para procurar esse imóvel nas regiões indicadas e no estado de conservação ideal para a instalação da unidade, isso considerando imóveis de rua. Já para pontos em shopping, o ideal é que o franqueado conte com a ajuda da franqueadora. Sem experiência o franqueado pode encontrar grande dificuldade para fazer uma boa negociação com as administradoras de shopping centers.

Como orientação geral o ponto comercial para instalação de uma franquia deve atender as seguintes exigências:

1 - Estar em região onde se encontra o público alvo para o negócio – faixa de renda e hábitos de consumo;

2 - Bom estado de conservação, o que evita investimentos elevados em reformas e instalações o que pode elevar o prazo do retorno do capital;

3 - Ter fluxo de pedestres suficientes para gerar faturamento;

4 - Oferecer condições para estacionamento ou manobristas, para o varejo isso é vital;

5 - Oferecer segurança para o negócio, seus funcionários e para os clientes;

6 - Oferecer boa visibilidade para a marca;

7 - Estar localizado em áreas de influências para o negócio, ou seja, onde haja outros negócios instalados nas proximidades, o que vai gerar fluxo para o negócio.

São muitos os aspectos que, se devidamente considerados e analisados, podem minimizar os riscos de se escolher um ponto que não tenha boa performance. E para fazer uma boa escolha, a participação da franqueadora nesse processo é o melhor caminho.

Lyana Bittencourt é especialista em franchising e diretora de Marketing e Desenvolvimento do Grupo Bittencourt.