• Novembro de 2017
Home / Artigos / Vendas

Vendas

É preciso ter orgulho de ser vendedor

evaldo2.jpg
Por Evaldo Costa

Você é vendedor? Orgulha-se da profissão? Para ter certeza de que você realmente tem orgulho do que faz, verifique como se apresenta sempre que é convidado a fazê-lo. Da última vez que você se apresentou diante de um grupo, você revelou, de pronto, que é um vendedor ou pulou essa parte, dizendo que trabalha com vendas ou algo parecido? Se o seu filho(a) confessar que, quando crescer, será um vendedor, você se sentirá orgulhoso ou tentará dissuadi-lo(a) da ideia?

Se você reagiu negativamente a uma das duas questões acima é sinal que você não tem tanto orgulho assim de ser um vendedor. O fato é que, para vencer é preciso orgulhar-se da profissão. Afinal de contas, ser um ótimo profissional de
vendas pode parecer simples, mas não é fácil e é por isso que poucos conseguem alcançar o topo da profissão. Certa vez, eu estava negociando um contrato de consultoria com um gerente de uma empresa e decidimos resolver o assunto em um almoço.

Daí, assim que chegamos ao restaurante, o gerente foi abordado na entrada por uma senhora que tentava uma colocação para o filho desempregado. Então, ela perguntou ao gerente se ele poderia entrevistá-lo. Daí, o gerente perguntou a que vaga ele se candidataria, ao que ela revelou: “de vendedor mesmo serve”.

O verdadeiro vendedor sabe que precisa ver o mundo um pouco diferente que a maioria dos outros profissionais. Ele sabe que precisa ver oportunidades em quase tudo, tem que acreditar sempre no seu sucesso, precisa saber lidar bem com as objeções dos clientes, estar disposto a longas jornadas de trabalho e, ainda assim, agir com cara boa, entusiasmo e bom humor. Porém, é preciso saber que trabalhar muito não garante, por si só, o sucesso, mas trabalhar certo, sim.

O verdadeiro vendedor sabe que a sua função é facilitar e tornar a vida de seus clientes melhor. Ele sabe que os clientes odeiam que lhe vendam coisas, mas adoram comprar, daí o fato do vendedor de sucesso funcionar como facilitador. Ele sabe que não basta ser um bom vendedor é preciso ser um ótimo consultor de vendas, mais preocupado em conquistar boas amizades do que em ganhar uma comissão.

Eduardo Botelho dizia que o vendedor de sucesso precisa orgulhar-se de: 
1. Ser quem ele é;
2. Representar os seus produtos e serviços;
3. Representar sua empresa;
4. Representar sua profissão;
5. Ser brasileiro.

E eu acrescentaria dizendo que é preciso, também, orgulhar-se de seu desempenho, pois como dizia Thomas J. Watson: “O homem que não tem orgulho do seu próprio desempenho, não realiza nada para se orgulhar”.

Pense nisso, ótimo dia e que Deus nos abençoe.
 

Evaldo Costa é diretor do Instituto das Concessionárias do Brasil, escritor, consultor, conferencista e professor. Site: www.evaldocosta.com.

Posts Recentes