• Novembro de 2017
Home / Artigos / Tendências

Tendências

Em 2012, melhore a sustentabilidade de seus negócios

Newton-Figueiredo.jpg
Por Newton Figueiredo

Um novo ano sempre estimula novas atitudes e mudanças. Para as empresas, não é diferente. Assim, é tempo de desenvolver e aplicar tudo o que você já pensou para a sustentabilidade de seus negócios. O importante é não deixar o tema de lado em meio às urgências do dia-a-dia e perder oportunidades de melhorar a admiração de seus clientes por sua marca.

Aqui vão algumas dicas para você pensar em como melhorar os resultados de seus negócios por meio da incorporação de algumas práticas genuínas de sustentabilidade corporativa.

1.
Sua loja é aprazível? Ela oferece uma sensação de conforto e bem estar, na opinião dos seus clientes? O que posso fazer para atrair mais e fidelizar clientes? Lembre-se que segundo estudo da California Board for Energy Efficiency Third Party Program, Heschong Mahone, “as vendas aumentam em até 40% em lojas com iluminação natural adequada”.

2. Seu cliente consegue perceber seu esforço para gerar valor compartilhado para um mundo melhor e para seus negócios? Que tal se fazer notar, demonstrando comprometimento verdadeiro com práticas sustentáveis, ao oferecer a seus Clientes e funcionários lojas verdes certificadas, com baixo impacto sobre saúde e meio ambiente e reduzidos custos operacionais? Segundo pesquisa Penn, Schoen & Berland Associates (PSB) de 2010, 95% dos brasileiros disseram ser importante ou muito importante comprar produtos de uma empresa “verde”.

3. Tem certeza que suas compras provêm de fornecedores que têm respeito para com seus próprios funcionários e com o meio ambiente? Já imaginou o risco de imagem de um produto vendido por você sendo produzido com trabalho semi-escravo? Inove: mostre, claramente, aos seus clientes a sua política de seleção de fornecedores socioambientalmente responsáveis. Você sabia que 62% dos consumidores brasileiros disseram que estão dispostos a ter um custo 10% mais alto para obter produtos sustentáveis de forma social e ambientalmente responsável, segundo levantamento do Grupo Havas, em novembro de 2011?

4. Sua comunicação é percebida pelos clientes como objetiva e que agrega valor para eles? Lembre-se: o consumidor, como você, não gosta de perder tempo. O neuromarketing nos ensina que as pessoas, por natureza, são egoístas e o cérebro, normalmente, busca o caminho mais rápido e fácil para a tomada de decisão, procurando se preservar e evitando gastar tempo e energia. Prepare sua comunicação levando em conta que o cérebro só gastará energia armazenando o que entender necessário ou vital. Elimine toda informação que não agregar valor de forma clara e direta para o cliente!

5. Sua comunicação é reconhecida como responsável pelo seu cliente? Diga não à maquiagem verde! Destaque-se criando uma percepção genuína de respeito ao cliente, pois muitas empresas ainda insistem em criar uma imagem de ambientalmente responsável usando estratégias completamente equivocadas em que chegam até a transformar em verdes produtos (ou ações) que não são, oferecendo produtos “neutralizados”, mas que podem fazer mal à saúde; embalagens recicláveis (ou até recicladas) para produtos importados sem qualidade comprovada. Tenha em mente que 73% dos brasileiros dizem que gastarão mais consumindo produtos ecologicamente corretos, segundo estudo Penn da Schoen & Berland Associates (PSB), realizado em 2010.

6. Você é identificado pelo cliente por realmente ajudá-lo, de forma genuína, a selecionar o que é melhor para ele ou ele tem a sensação de que estão “empurrando” mercadorias com frases falsas do tipo “isso fica muito bem em você”? Você sabe escolher uma tinta para pintura de exterior de sua casa? Um ferro elétrico para passar uniforme tem que ter as mesmas características para passar roupas infantis? Se você não sabe responder, seu cliente também não deve saber. Faça diferença: ofereça informações que ajudem seu cliente a decidir melhor evitando gastos desnecessários e desperdícios! Lembre-se de que, segundo pesquisa realizada pelo instituto de pesquisas Market Analysis em 2010, 50% dos consumidores não acreditam que a comunicação das empresas seja honesta e transparente.

7. Há clara compreensão, pelo cliente, de que você tem uma atitude responsável, para com ele, no oferecimento de produtos? Diferencie-se, facilitando a vida do consumidor e disponibilize informações que ele rapidamente identifique valor para ele e perceba sua preocupação em garantir de forma direta e genuína, para ele, aspectos como segurança, saúde, qualidade, economia. Segundo uma pesquisa da TNS, já em 2008, 95% dos brasileiros aprovariam que o setor varejista realizasse uma seleção prévia de produtos, excluindo das gôndolas aqueles produtos que agridem o meio ambiente.

8. Saúde será um tema cada vez forte a partir de 2012. As pessoas vão exigir que, em primeiro lugar, o compromisso empresarial por um mundo melhor seja direcionado para elas e suas famílias. Depois para a vizinhança, o bairro, a cidade, o País, a humanidade e, finalmente, o planeta. Sim, o planeta estará em último lugar, pois encontrará seu caminho, mesmo sem a humanidade. Portanto, o compromisso que você tem que assumir é com o cliente e sua família e com as comunidades onde você opera. Por exemplo, mostre o trabalho que você faz para reduzir a quantidade de substâncias tóxicas ou perigosas nos produtos que você oferece para bebês e crianças.

9. Que tal monitorar se as ações que você está adotando fazem com que seus clientes e funcionários admirem mais sua marca? Será que o que você buscou para gerar diferenciação competitiva sustentável é percebido por eles como você gostaria? A única forma de saber isso é perguntando. Faça pesquisa.

10. Por último, nunca perca de vista que sustentabilidade empresarial significa garantir, de forma ética e responsável, rentabilidade e perenidade para o seu negócio com visões de curto, médio e longo prazos.

Newton Figueiredo é fundador e presidente do Grupo SustentaX, que desenvolve, de forma integrada, o conceito de sustentabilidade empresarial para empreendimentos imobiliários.

Posts Recentes