• Dezembro de 2017
Home / Artigos / Recursos Humanos

Recursos Humanos

A melhor forma de manter talentos

Por Ricardo Mota

Hoje, mais do que nunca, as empresas perceberam o quanto é importante manter os seus colaboradores engajados. Uma pessoa engajada produz mais e melhor, além de auxiliar a empresa e seus colegas no cumprimento das metas operacionais.

Algumas empresas ainda se preocupam em como reter o seu colaborador e é neste processo que eles falham, só pela definição de reter (suster, sustentar, segurar com firmeza) já parece que estamos fazendo algo contra a vontade de alguém. 

As empresas precisam fazer com que as pessoas se sintam parte do processo, que tenham compromisso, adesão, união, dedicação e empenho... que, por acaso, são algumas palavras relacionadas à definição do Engajamento.

Quando se tem isso no DNA e na Cultura Corporativa, é mais fácil suas equipes terem orgulho de pertencer àquele time. O mercado mudou, as pessoas mudaram e hoje temos profissionais de diferentes gerações em nosso ambiente de trabalho, 

e é um desafio fazer com que todos convivam em harmonia e em prol de um desafio maior, que são os resultados.

Não dá para tratar todos da mesma forma e com as mesmas prioridades e achar que o ‘que sempre fiz é o certo’. Uma remuneração justa e benefícios adequados, conforme o segmento de atuação, auxiliam, certamente, na felicidade das pessoas, pois ajudam na realização de seus desejos pessoais, mas isso é só um pequeno pedaço do todo.

Ter desafios diários, realistas e que façam com que a pessoa auxilie na solução é um bom começo, não estou falando das metas de vendas, mas sim de ações que façam as pessoas buscarem por melhores formas de fazer aquilo que sabem e que, às vezes, se torna muito rotineiro.

E por falar em rotina, em nosso segmento de varejo, o desafio é maior. Temos que ‘movimentar’ as pessoas, ter planos de desenvolvimento, formação, reconhecimento e ações que movimentem a área o tempo inteiro. O profissional da linha de frente é o principal ‘motivador’ da compra do cliente. Se ele estiver bem treinado, motivado e feliz, sem dúvida, o cliente perceberá isso no primeiro contato, o que facilitará a decisão da compra.

Todo cliente, quando vai até uma loja, vai para atender sua SATISFAÇÃO, que nada mais é que a expectativa pela aquisição de um produto e o que de fato ele encontra ao chegar na loja:

– A pergunta é qual a percepção que o seu cliente encontra ao entrar na sua loja?

– Com algumas dessas ações, o turnover poderia ser apenas uma estatística e não uma preocupação. Se você colocar foco e energia nas soluções, perceberá que é mais produtivo e rentável manter um colaborador do que contratar e treinar todo mês para que ele entenda suas regras, processos, produtos e o jeito de ser da sua empresa.

Olhe para seus processos de Gestão de Pessoas e responda algumas perguntas, como: Em que sua empresa se diferencia das outras? Quais as últimas contribuições da minha equipe para melhorar os resultados operacionais? O que temos que faz as pessoas se sentirem atraídas em trabalhar aqui? Qual o último reconhecimento e como a pessoa se sentiu? 

Quantas, quais e porque as pessoas foram promovidas? Praticamos a Comunicação Transparente? 

Se você sabe ao menos algumas destas respostas, parabéns! Você está no caminho do sucesso operacional.

Ricardo Mota é sócio-fundador da Escola Superior do Varejo, administrador de empresas, especializado em gestão de projetos e em gestão de pessoas, e também coordenador do Comitê Temático do Conarh.

Posts Recentes