• Novembro de 2017
Home / Artigos / Recursos Humanos

Recursos Humanos

Faça com que as pessoas gostem imediatamente de você e aumente seus negócios

Antonio Luiz Mendes de Almeida Júnior


Como você se sentiu na última vez que alguém te convidou para ir a uma festa restrita para poucos amigos? Qual foi a sensação na última vez que um colega de trabalho te convidou para almoçar, pois precisava do seu conselho? Quando foi a ultima vez que alguém disse que você faz a diferença na empresa?

Se você respondeu que algum desses momentos aconteceu ao menos uma vez na sua vida, significa que, naquele instante, naquela fração de segundo, alguém conseguiu fazer você se sentir um pouco mais importante e especial. E que sensação boa, não?

Um dos maiores especialistas do mundo em relações humanas, Dale Carnegie, falecido em 1955, escreveu em seu best-seller "Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas", que a única forma de fazer com que as pessoas gostem imediatamente de você é fazendo-as se sentir importantes, e de forma sincera.

Quem não quer ser apreciado? Quem não quer ter a sensação de ser importante? Faça aos outros o que deseja que os outros façam a você. Faça a outra pessoa sentir-se importante. Faça isso pela pessoa e por você, sem desejar nada em troca. Faça pela simples e verdadeira vontade de ajudar e apreciar o outro, sem que ele necessite fazer algo por você em troca.

Pergunte-se sempre: "Que qualidade tem uma pessoa, que você pode enaltecer de coração?" Se não for sincero, verdadeiro, não adianta. Se existir uma intenção por trás, todos nós percebemos que não é real, que você está fazendo para manipular, pois deseja algo do outro e não pela admiração verdadeira. Agora você pode estar pensando que isso não é tão fácil. Realmente não é. Mas é simples? Sem dúvida alguma!

Passamos grande parte do nosso dia e da nossa vida pensando em nós mesmos. Devemos começar a pensar mais no outro - sem perder os nossos objetivos de negócios. Para agirmos assim, precisamos primeiro mudar a nós mesmos. Antes de queremos mudar o outro, precisamos olhar para as nossas ações. Sem mudar a nossa atitude, nada acontece.

Muitas vezes, quando apreciamos alguma característica, alguma conquista de uma pessoa, talvez ela ainda não tenha nem se dado conta do feito que realizou. Só que as pessoas preferem criticar a observar as coisas boas que o outro fez. Qual é a chance de você, leitor, se recordar e se alegrar com um elogio que te fizeram, mesmo tendo passado algumas horas e, às vezes, dias? É difícil esquecer. Um único elogio poderá alimentar os seus dias de alegria e autoconfiança. O que uma única apreciação pode fazer por você? Lembra-se da ultima que recebeu? Como se sentiu?

Se levarmos este conceito para as nossas empresas, fazer a outra pessoa se sentir importante sem querer nada em troca, quais seriam os benefícios para os nossos negócios? E para a nossa liderança pessoal? Se eu quero que um vendedor seja mais produtivo, o que contribuiria mais para isso, apreciar com sinceridade dando importância para suas conquistas ou criticando e punindo? Quando somos criticados, geralmente, a nossa reação será cooperar com a pessoa que nos criticou? Pense nisso.

Quando nos sentimos importantes para alguém, o que temos vontade de fazer por essa pessoa? No mínimo queremos retribuir com um gesto apropriado para mostrar nosso agradecimento. É uma nova relação que se forma ou a mudança numa relação que não estava muito boa.

Pois bem, fazer com que alguém se sinta importante é talvez o primeiro passo para mudarmos a nossa atitude em prol dos nossos negócios. Quando fazemos isso, colocamos o foco na outra pessoa. Claro, precisa ser com sinceridade genuína, caso contrário, faremos uma vez e depois todo mundo perceberá que se trata de bajulação barata, de manipulação e isso dura pouco tempo.

Para desenvolver nossos negócios, precisamos mudar o foco de nós para o outro e isso não é tarefa fácil. 99% do tempo estamos pensando em quem? Em nós mesmos! Quando abrimos mão "do nosso próprio umbigo", nos abrimos para a mudança e para a transformação. Como escreveu William James, o mais profundo princípio da natureza humana "é o desejo de ser apreciado".


Antonio Luiz Mendes de Almeida Júnior é Diretor da ESCM e sócio-diretor da Dale Carnegie Training Rio. Atua como consultor da área de gestão de pessoas e planejamento estratégico para as mais importantes empresas brasileiras. É Conselheiro da Associação Brasileira de Recursos Humanos / RJ.
antonioluiz@dalecarnegierj.com.br

Posts Recentes